Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi anuncia 'novo início' sem Ghosn

Atualidade

Por Auto Foco 12-03-2019 14:51

A Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi pretende criar um novo Conselho Operacional, na sequência do afastamento de Carlos Ghosn, a contas com a justiça no Japão.

Este órgão do consórcio franco-japonês assumirá a coordenação operacional entre a Renault, a Nissan e a Mitsubishi “com o objetivo de criar valor para os respetivos acionistas e trabalhadores” e será presidido por Jean-Dominique Senard, e nele terão assento Hiroto Saikawa CEO da Nissan, Osamu Masuko, CEO da Mitsubishi e Thierry Bolloré, CEO da Renault.

De acordo com o comunicado emitido pela Aliança, “este órgão será a única entidade de supervisão das operações e da 'governance' da Aliança entre a Renault, a Nissan e a Mitsubishi, e será o órgão piloto do 'New Start' da Aliança e reunirá mensalmente em Paris ou Tóquio e dará início à criação de comités operacionais específicos que deverão formular as recomendações para a criação de valor entre os três construtores, de forma a que todos possam exprimir todo o seu potencial e, em conjunto, liderarem o extremamente competitivo, e em acelerada evolução, mercado automóvel mundial”.

O novo Conselho Operacional da Aliança anunciou ainda que “irá apoiar-se no envolvimento e na fidelidade dos trabalhadores da Renault, da Nissan e da Mitsubishi, e na construtiva cooperação com a Daimler, para desenhar uma estratégia ‘win-win’ para todos os parceiros”, pode ler-se no mesmo documento.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade