BMW premeia condutores de híbridos que usarem só modo elétrico

Atualidade

Por Auto Foco 11-06-2019 15:42

A fim de evitar multas da União Europeia, a BMW está empenhada em aumentar o número dos automóveis híbridos plug-in (PHEV) para reduzir as emissões de CO2 médias da sua gama.

No entanto, os especialistas contrapõem afirmando que os PHEV, embora possam ser conduzidos em modo puramente elétrico, não foram projetados para darem primazia a esse funcionamento que garante zero emissões.

Todavia, a BMW gizou um plano pioneiro, que será implementado primeiramente na cidade de Roterdão, na Holanda. Chama-se Electric City Drive e pretende incentivar os condutores de PHEV a forçarem o funcionamento dos seus veículos a funcionarem apenas com o motor elétrico do módulo híbrido, e/ou adaptando a sua condução para que as viaturas circulem o mais tempo possível com o motor de combustão desligado.

Os participantes deste programa ganham pontos por cada quilómetro percorrido com zero emissões, e competem entre si por recompensas. E quais? Embora, inicialmente os incentivos incluíssem prémios em dinheiro, BMW concluiu que basta promover a competição para os concorrentes aderirem ao ‘jogo’.

De acordo com os estudos da BMW, os PHEV com uma autonomia em modo elétrico de, pelo menos, 60 km circulam com zero emissões quase o mesmo número de quilómetros dos veículos totalmente elétricos, tornando-os uma “ótima opção para consumidores que receiam que veículos com motor a combustão possam ser banidos no centro das grandes cidades num futuro próximo, e que só possam ter um carro”.

Os automóveis que participam do projeto de Roterdão tem a motorização híbrida concectada ao GPS. Assim que o sistema reconhece que o veículo entrou numa área predefinida, como o centro da cidade, aquele dispositivo solicita ao condutor que selecione o modo EV.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade