A greve começou e acusações sobem de tom

Atualidade

Por Auto Foco 12-08-2019 08:11

O porta-voz dos motoristas de matérias perigosas, Pardal Henriques, acusou a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) de ter subornado os primeiros motoristas que saíram de Aveiras de Cima para iniciarem funções no primeiro dia de greve.

«Os primeiros que saíram foram pessoas subornadas. Mais uma vez, a Antram não está a cumprir o que está combinado. Estão a subornar pessoas para quebrar os serviços mínimos», acusou Pardal Henriques perante os jornalistas.

O sindicalista reiterou não ter tido acesso às escalas de motoristas que irão cumprir os serviços mínimos, referindo, no entanto, que vários motoristas acusam colegas de terem sido subornados para não fazerem greve.

«As responsabilidades serão apuradas, estamos a reunir provas e daqui a pouco faremos o ponto da situação», acrescentou, reforçando que os prejudicados são «mais uma vez, os trabalhadores».

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade