Dieselgate: VW concorda pagar 830 milhões a lesados na Alemanha

Atualidade

Por Auto Foco 14-02-2020 22:17

A Volkswagen não chegou a um acordo com os representantes das associações alemãs de defesa do consumidor nas negociações sobre as indeminizações a clientes afetados pelo caso Dieselgate, em que o construtor automóvel germânico admitiu ter manipulado ilegalmente o software de motores Diesel para adulterar as emissões".

O fabricante declarou que as negociações com a Federação das Organizações Alemãs de Consumidores (VZBV) falharam "devido a exigências injustificadas de 50 milhões de euros pelos advogados do reclamante [entenda-se dos consumidores afetados].

O Conselho de Administração do Grupo Volkswagen, que aprovou um conjunto de acordos para compensações a reclamantes no valor de 830 milhões de euros, durante uma reunião extraordinária, afirmou que "o falhanço das negociações com a Federação das Organizações Alemãs de Consumidores não terá impacto negativo nos clientes da marca".

A Volkswagen prometeu cumprir o referido acordo negociado anteriormente, naquele valor, mas “restringido aos clientes incluídos no processo coletivo, que cumprem os termos desse acordo e que não procurem o apoio do VZVB”.

A VW responsabilizou a exigência “excessiva” de 50 milhões de euros pelos advogados que representam a federação de consumidores. "Os consultores jurídicos da federação foram solicitados várias vezes para dar-nos uma justificação plausível para essa quantia, mas não o fizeram. Os advogados também se recusaram a permitir que terceiros independentes analisassem, mais em profundidade, essa exigência”, afirmou a empresa de Wolfsburgo em comunicado.

A Federação das Organizações Alemãs de Consumidores tem outra explicação para o fracasso das negociações. Segundo a Reuters, a associação acusa a VW de “não ter garantido um sistema de compensação adequado aos consumidores” e acrescentou que “continuará a lutar por um acordo nos termos que considera justos nos tribunais alemães”.

Então, o que acontece agora aos consumidores, na Alemanha, que pretender ser compensados ??por terem comprado veículos do Grupo VW equipados com dispositivos fraudulentos? O construtor esclarece que, a partir do final de março, os consumidores com direito a indemnização "poderão receber, com facilidade e rapidez, o pagamento por inteiro.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade