«Não queria acabar em último na derradeira corrida da minha carreira»

Moto GP

Por Redação 14-11-2021 21:20

Valentino Rossi correu no Grande Prémio de Valência, este domingo, antes de colocar ponto final numa carreira em que conquistou nove títulos mundiais, que lhe valeram o estatuto de lenda da velocidade em duas rodas.

No final, Il Dottore, 42 anos, assumiu as sensações que teve durante a corrida e, apesar de reconhecer que «estava preocupado» com este fim de semana, ficou satisfeito com o resultado final - terminou em 10.º.

«A equipa apoiou-me muito porque a temporada não foi fácil. Foi um ano crucial para ver se continuava no ativo. É muito fácil desistir depois de dizer, 'Ok, vou sair'. Em Portugal, juntámo-nos e eu disse: 'Tem de correr bem em Valência.' Eu não queria terminar em último a minha última corrida. É a minha melhor corrida do ano. É um resultado muito importante para mim», disse ao jornal espanhol Marca.

E disse mais.

«Consegui terminar no 'top 10', terminei a minha carreira desportiva entre os 10 melhores pilotos do Mundo. É muito importante. Posso rcordar este feito para o resto da minha vida», acrescentou.

O piloto destacou que teve «muita pressão» em Valência, mas sublinhou que efetuou a corrida «com concentração, sem erros».

«Senti a mesma motivação e força como se estivesse a lutar por um Mundial», afirmou, lamentando os erros da juventude.

«Queria o 10.º título, ganhei nove. Se eu tivesse acrescentado o esforço que coloquei nestes últimos 10 anos aos primeiros, poderia ter ganho mais. Mas é normal pelas imaturidades da juventude», reconheceu.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Moto GP