Citroën moderniza C5 Aircross. Chega a Portugal em junho

Novo design, mais equipamentos e personalizações e tecnologias ao serviço do condutor marcam esta atualização do SUV francês.

Atualidade

Por AF 12-01-2022 11:05

O C5 Aircross, SUV lançado em meados de 2019, recebe agora a primeira atualização de gama focada na modernização estética em torno de uma reinterpretação do logótipo da marca e a integração do mesmo na grelha frontal, com acabamentos em preto brilhante e cromado, que se estendem até às laterais, culminando nos filamentos que dão origem ao novo efeito tridimensional criado pelas luzes diurnas. Os grupos óticos LED Vision são agora mais escuros e as entradas de ar frontais de maior dimensão aproximam-se da identidade visual já presente no C4 e no ainda vindouro C5 X.

Dependendo do nível de equipamento, o renovado C5 Aircross pode contar com distintas superfícies, cores e acabamentos para o exterior, como na placa inferior na zona do para-choque frontal. As óticas traseiras surgem com distinto visual de efeito tridimensionais a cargo de três módulos de iluminação; existem novas jantes de 18’’ de acabamento brilhante e foi adotado o preto brilhante para revestir as barras no tejadilho e as capas dos espelhos retrovisores. O Azul Eclipse (nas fotos) é cor que se soma à paleta de opções exteriores e estão disponíveis quatro novos Pack de cores de personalização para as entradas de ar frontais e Airbump laterais.

A modernização do habitáculo surge com cunho tecnológico mediante a adoção de um novo monitor tátil de 10’’, agora saliente no topo da consola central, passando as saídas de ar da climatização para um plano inferior. O painel de instrumentos mantém o quadrante digital de 12,3’’. Os bancos da geração Advanced Comfort, com espuma de alta densidade, podem ser revestidos a tecidos com novas texturas a que se somam opções por acabamentos em Alcantara e pele perfurada, novos elementos que contribuem para um superior refinamento e que permita ao SUV da Citroën demarcar-se entre a concorrência e reafirmar-se como o modelo mais confortável do segmento. Estão ainda disponíveis novas combinações de cores, texturas e costuras para os restantes painéis do habitáculo, alargando o leque de personalizações.

Mantendo-se a atual oferta de motores, destaque para a versão híbrida PHEV de tração dianteira e 225 cv, capaz de percorrer 55 km livres de emissões de CO2 com uma carga completa de bateria (valor de homologação em ciclo WLTP), permitindo-se alcançar os 135 km/h em modo puramente elétrico.

As ligações ao solo continuam a contar com amortecedores de batentes hidráulicos progressivos para a maior suavidade rolante possível, ao passo que o habitáculo mantém características de versatilidade e habitabilidade de monovolume, caso dos bancos traseiros individuais e reguláveis (deslizantes e reclináveis), generosas cotas habitáveis e bagageira de volume base de 580 litros (460 litros na versão PHEV).

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade