Lancia está de regresso

Marca italiana 'renasce' com um plano bastante ambicioso. Novo Ypsilon surgirá em 2024

Atualidade

Por AUTO FOCO 20-05-2022 16:41

O plano estratégico da 'nova' Lancia engloba o lançamento de três automóveis até 2028, um modelo a cada dois anos a partir de 2024. O portefólio da marca incluirá automóveis 100% elétricos em 2026 e, a partir de 2028, apenas serão comercializados modelos 'zero emissões'.

«Hoje é um dia importante. A Lancia está agora a entrar na Europa, dando um primeiro passo para se tornar respeitada no segmento 'premium'. O nosso plano a dez anos (…) está agora a tomar forma, passo a passo. Somos a marca italiana da elegância e este é o nosso 'renascimento'», diz Luca Napolitano, CEO da marca.

Em 2024, está previsto o lançamento do novo Ypsilon destinado ao segmento B, um modelo que terá cerca de quatro metros de comprimento com propulsão inteiramente elétrica. Já em 2026 será a vez do futuro porta-estandarte do emblema italiano, neste caso com dimensões próximas dos 4,6 metros de comprimento. Para 2028 está ainda agendado o novo Delta (com 4,4 metros de comprimento), numa gama que contribuirá para a melhoria da 'performance' comercial do Grupo Stellantis, ao qual a marca passou a pertencer.  

Segundo a marca, os interiores dos novos Lancia adotarão uma elegância tipicamente italiana, com materiais exclusivos, reciclados e inspirados nalguns dos icónicos automóveis do passado – Gamma, Thema e Flavia, por exemplo.

O processo de reorganização comercial na Europa abrangerá, em primeiro lugar, os mercados de França, Alemanha, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e Países Baixos, além da Itália, onde a marca já estava.

Com um inovador esquema de distribuição e a previsão de 50% das vendas feitas 'online', a marca abrirá 100 novos concessionários em 60 grandes cidades europeias.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade