Nissan Ariya: 100% elétrico a partir de 45.000 €

Disponível para pré-venda em Portugal a partir de janeiro, com as primeiras entregas previstas para o verão de 2022, "crossover" 100% elétrico da Nissan já tem preços estimados.

Apresentação

Por AUTO FOCO 23-10-2021 14:03

A estimativa de preço do novo Ariya aponta para um intervalo entre 45.000 e 50.000 euros, valores que corresponderão à versão de acesso à gama, com bateria de 63 kWh. 

Os concorrentes diretos Hyundai Ioniq 5 e Kia EV6 não andam longe desses valores, embora o Tesla Model Y, outro dos eventuais oponentes, esteja num patamar mais elevado (desde 65.000 €).

Mais de 2500 clientes portugueses já mostraram interesse no novo SUV «zero emissões» da Nissan e esse é o 4.º melhor resultado absoluto registado na Europa durante a fase de lançamento e no site da marca.  

A gama desdobrar-se-á nas versões com baterias de 63 kWh e 87 kWh (capacidades úteis), podendo recorrer a um motor elétrico dianteiro (2WD) ou a dois motores (AWD e-4ORCE), um por cada eixo. As potências variam entre 160 kW (218 cv) e 290 kW (394 cv, Performance) e as autonomias anunciadas colocam-se entre 360 e 500 quilómetros (de acordo com o ciclo WLTP).

Prestações: 0-100 km/h de 7,6 s a 5,1 segundos, neste último caso para a versão 4x4 de 394 cv, enquanto a velocidade máxima anunciada é de 160 km/h a 200 km/h, consoante a variante em causa. As recargas rápidas são permitidas até 130 kW (tomada CCS; 300 km em 30 minutos) e por «wallbox» de 7,4 kW a 22 kW (cabo Modo 3). O cabo EVSE também está incluído para recargas domésticas a 2,3 kW.

O Ariya é produzido no Japão e adota a mesma plataforma do futuro Renault Mégane E-Tech. O habitáculo é amplo, assim como a zona da mala (de 408 a 466 litros), e a inexistência de túnel de transmissão atrás permite uma boa largueza para as pernas dos passageiros da 2.ª fila.

À frente destacam-se dois ecrãs digitais colocados lado-a-lado e um painel com comandos táteis a meio da consola, iluminados à face, para controlo de várias funções. O «Head-up-display» (projeção de dados no para-brisas) é outra das novidades e há a possibilidade de efetuar à distância várias atualizações de «software».

A chave inteligente permite armazenar vários perfis do condutor e assim que este se aproxima do veículo possibilita a configuração antecipada de inúmeras preferências, desde a posição do banco, à escolha do ambiente ou até da seleção musical. Há funções que se podem regular e ajustar através de comandos por voz.

O SUV da Nissan estreia também uma nova imagem da marca e um logótipo luminoso à frente (por definir na versão final), recorrendo a nova geração do sistema ProPilot (assistência à condução) integrado com navegação avançada (Navilink).

No caso da versão 2WD, o Ariya paga Classe 1 nas portagens nacionais com adesão à Via Verde. Na variante 4x4, para já, a taxa é Classe 2. 

Antonio Melica, Diretor-geral da Nissan Portugal, confirma «a estratégia de eletrificação da marca e o objetivo de atingir a neutralidade carbónica em 2050, assim como o lançamento de um novo crossover 100% elétrico para 2025, produzido na fábrica de Sunderland, no Reino Unido». Nada menos do que o sucessor do atual Leaf. 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação