Dieselgate. Renault formalmente acusada em França

Atualidade

Por VM 09-06-2021 13:51

A Renault foi formalmente acusada em França de manipular os motores Diesel fabricados entre 2009 e 2017 (Euro 5 e Euro 6B), resultado de uma investigação iniciada em janeiro de 2017, após suspeitas de irregularidades no controlo de emissões nas referidas mecânicas.

 

De acordo com a acusação, a marca francesa ficará obrigada a pagar uma fiança de 20 milhões de euros, 18 milhões dos quais dedicados ao pagamento de compensações e danos, tendo ainda de fornecer uma garantia bancária de 60 milhões de euros para potenciais prejuízos.

 

O consórcio francês já reagiu para reiterar a sua inocência: "A Renault nega ter cometido qualquer infração e recorda que os seus veículos não estão equipados com nenhum software de montagem para dispositivos de controlo da contaminação. A Renault sempre cumpriu com os regulamentos franceses e europeus. Os veículos Renault sempre forma homologados de acordo com as leis e regulamentações aplicáveis", pode ler-se em comunicado.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade