Elétrico ultrapassa Diesel no preço e na autonomia

Com três rodas e dois lugares, o Aptera ainda não chegou ao mercado mas já é um dos carros elétricos mais revolucionários da atualidade, e com milhares de reservas confirmadas.

Atualidade

Por VM 11-06-2022 16:46

Não é bonito, mas não é caso único na indústria automóvel em que a forma dá prioridade à função. E a função do carro solar da Aptera Motors é ser mais rentável e também mais versátil do que os veículos elétricos convencionais. Desde logo, ao contornar um dos maiores handicaps destes: a rede de carregamento insuficiente.

Na versão de topo, o modelo permitirá mais de 1600 quilómetros com uma só carga. Afinal, o Aptera é um carro solar híbrido, que utiliza painéis fotovoltaicos (mais de 200 células) para recarregar as baterias em movimento ou quando está parado ao sol. De acordo com o fabricante, o painel coletor solar principal com aproximadamente 3 m2 e 700W de capacidade pode gerar a energia necessária para percorrer todos os dias até 75 km.

Além de usar o astro-rei como combustível para as voltas na cidade, a bateria de 10kWh do Aptera pode ser carregada em tomadas domésticas (20 km por hora) ou num carregador rápido DC, que recupera 80 por cento da autonomia máxima em apenas uma hora.

Com 4,6 metros, três rodas e um coeficiente aerodinâmico de apenas 0.13, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos, anunciando 170 km/h de velocidade máxima.

O carro solar da Aptera já conta com mais 20 mil encomendas confirmadas e começará a ser produzido ainda este ano.

Os preços arrancam nos 25.900 dólares, cerca de 24.100 euros.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade