Rússia retoma produção automóvel. Mas sem airbags...

Atualidade

Por AF 15-06-2022 17:11

A Rússia continua a contornar a série de sanções impostas pela Europa e Estados Unidos. O exemplo mais recente chega-nos da Autovaz, o principal fabricante de automóveis do país, que inclui a marca Lada (em abril, a Renault cedeu a sua participação no consórcio aos russos da NAMI, o instituto de pesquisa automóvel), e estará novamente no ativo, depois de um período de encerramento devido à falta de componentes essenciais.

Segundo avança a NBC, a produção naquela unidade fabril foi retomada, não porque o país tenha garantido o acesso aos referidos componentes, mas porque o executivo de Putin autorizou a venda de veículos novos sem alguns itens de segurança, como são os airbags...

Assim, de acordo com a mesma fonte, o modelo Lada Granta é um dos que está a chegar aos concessionários da marca sem airbags, o sistema de fecho de portas automático, o controlo de estabilidade e até sem os pré-tensores dos cintos de segurança.

"Temos de produzir os carros mais populares e acessíveis do mercado russo, que não dependam destes componentes. Para fazer isto, a empresa, juntamente com as autoridades federais e regionais, está envolvida ativamente no desenvolvimento de competências de fornecedores russos", explicou a empresa em comunicado citado pela NBC News.

O Granta de nova geração está desenhado para utilizar unicamente peças fabricadas localmente ou em países aliados da Rússia, custando novo 761.000 rublos, cerca de 12.800 euros, na versão com motor a gasolina 1.6 de  90 CV de potência.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade