Volvo V60 Cross Country B4 AWD

Para todas as estações

TESTE

Por Paulo Sérgio Cardoso 17-07-2021 14:33

Fotos: Gonçalo Martins

Faça chuva, vento, frio ou sol, esta carrinha multiusos irá sentir-se como peixe na água! Agora disponível com mais eficiente motorização Diesel eletrificada (B4), continua associada aos méritos da carroçaria Cross Country, de tração integral e superior altura ao solo. Tudo aliado aos fatores que estão na base da V60: muito conforto e descontração ao volante

O conceito Cross Country (CC) da Volvo leva já mais de 20 anos de história e muito tem contribuído para alicerçar a imagem da marca, seja pela distinção visual conferida pelas robustas proteções plásticas nos para-choques, em torno das cavas de roda e na zona inferior da carroçaria, ao estilo SUV; seja pela superior versatilidade de utilização determinada pela elevada altura ao solo (no caso, mais 7,5 cm relativamente à carrinha V60) e presença de sistema de tração integral.

Agora, a Volvo acrescentou pitada de sustentabilidade – rumo que passou a ser um dos pilares da marca para o futuro – ao propor esta refinada carrinha com motorização Diesel de geração eletrificada por tecnologia mild hybrid, devidamente identificada pela sigla B4 que surge no lugar da anterior D4. Mantém-se a base da mecânica 2 litros turbodiesel, que surge agora associada a uma rede interna de 48V com sistema regenerativo da força de travagem que, depois de acumular energia numa pequena bateria (não existem dados sobre a capacidade da mesma), aproveita-a para alimentar motor elétrico que serve tanto de alternador/gerador/motor de arranque como de boost de potência, com reforço de 14 cv e 40 Nm. No total, a V60 Cross Country B4 propõe 197 cv e 400 Nm de binário máximo, com a Volvo a afirmar ganhos reais de 15% nos consumos e nas emissões de gases de escape. Fomos averiguar estas e outras qualidades…

Diesel mais suave

Para um típico cliente Volvo, talvez o mais importante passe pela superior suavidade com esta mecânica passou a ligar/desligar no trânsito citadino (função start/stop), pela serenidade em autoestrada e a velocidades constantes, embora continue a ser das mais ruidosas da classe premium em momentos de aceleração. O sistema propulsor está ligado a uma caixa automática de 8 velocidades e toda a gestão controlada via os modos de condução, à mercê do condutor através de um curioso curso rotativo localizado na consola central (Drive Mode). No suporte da faceta sustentável da insígnia B4, a V60 CC pode rolar com função velejar, mas apenas o faz no modo de condução Eco. No painel de instrumentos digital a tecnologia mild hybrid está identificada por uma pequena bateria que dá indicações dos momentos de armazenamento de energia (apenas nas travagens e não em desaceleração) e de entrega de força em aceleração, ao passo que o tato do pedal de travão, pouco progressivo, é reflexo da presença do sistema regenerativo.

Nas nossas medições, registámos melhorias evidentes nas acelerações e recuperações face ao anterior D4 de 190 cv (por exemplo, menos 0,8 s no arranque de 0-100 km/h e menos 1 segundo na recuperação de 80 a 120 km/h), bem como consumo médio a rondar os 7,2 l/100 km, o que representa ganhos efetivos na ordem dos 0,5 l/100 km face à referida geração D4 não eletrificada.

Mas onde a V60 CC passeia o seu rol de virtudes é em cenários de autoestrada, com extremo conforto e corretíssima estabilidade, em nada fazendo crer que se está ao volante de uma carrinha de saltos altos. Tanto a caixa de velocidades como a direção não estão afinados para correrias ou movimentos mais bruscos, e até o conforto e ergonomia dos bancos dianteiros se conjugam para uma toada de utilização mais calma, para que a V60 CC seja devidamente saboreada… Não se espera grande interação com a estrada ou condução dinamicamente entusiasta.

Depois, o sistema de tração integral (50:50) soma a polivalência que permite enfrentar alguns trilhos e terrenos de fraca aderência, embora havendo sempre o pudor de não se querer riscar a pintura ou os plásticos de carrinha deste nível qualitativo e com estes preços… A V60 CC também inclui sistema de controlo de velocidade em descidas. A aposta na segurança alarga-se a outros e vários componentes eletrónicos e ajudas à condução, com a marca sueca a incluir cruise control adaptativo (opcional) e sistema de travagem autónoma (City Safety), com reconhecimento de peões e ciclistas. O sistema multimédia tem vindo a ganhar capacidades ao longo dos tempos, com vasta oferta de serviços conectados, estando disposto num ecrã tátil vertical de 9’’: a filosofia de quase fazer desaparecer comandos físicos no interior de todos os modelos da marca, não só torna os habitáculos/tabliers praticamente iguais em todas as gamas, como obriga a alguma habituação para interagir de modo mais fluente com os menus e funções. O manuseamento do computador de bordo também requer algum ‘treino’.

Quem se interessar por esta carrinha de forte pendor estatutário e familiar, irá, seguramente, apreciar a largueza das cotas habitáveis bem como o toque (e o cheiro) da pele e de outras superfícies. Com 529 litros, a bagageira é das maiores do segmento e inclui prático rebatimento dos bancos traseiros e abertura e fecho elétrico da tampa da mala – pena apenas a chapeleira não incluir uma função igualmente elétrica que acompanhe o portão, uma vez que fica muitas vezes elevada (por esquecimento), cortando a visibilidade para trás e obrigando o condutor a sair do seu lugar para a coloca no sítio.

Preços:

Volvo V60 CC B4 AWD – 58.905 €

Preço da unidade ensaiada – 66.977 €

Principais extras da unidade ensaiada:

Pack Power Seats: 1193 €

Park Assist: 677 €

Estofos em couro: 2198 €

Pintura metalizada: 923 €

Teto de abrir panorâmico: 1568 €

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

VOLVO V60

Cross Country B4 AWD

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1969 cc
Alimentação Inj. direta CR, biturbo, interc.
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 197 cv/4000 rpm
Binário 420 Nm/1750-2750 rpm
Transmissão
Tração Integral
Caixa de velocidades Automática de 8 vel.
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Ind. Multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,3 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,784/1,850/1,499 m
Distância entre eixos 2,875m
Mala 529-1441 litros
Depósito de combustível 71 litros
Pneus F 235/45 R18
Pneus T 235/45 R18
Peso 1924 kg
Relação peso/potência 9,8 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 180 km/h
Acel. 0-100 km/h 8,2 s
Consumo médio 6 l/100 km
Emissões de CO2 156 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/8 anos
Intervalos entre revisões 25000 km
Imposto de circulação (IUC) 259,49 €

Medições

VOLVO

Acelerações
0-50 km/h 2,7 s
0-100 / 130 km/h 8 / 13,1 s
0-400 / 0-1000 m 15,7 / 28,9 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 3,8 s
60-100 km/h (D) 4,6 s
80-120 km/h (D) 5,7 s
Travagem
100-0/50-0km/h 36,5 / 9,1 m
Consumos
Consumo médio 7,2 l/100km
Autonomia 986 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE