Volvo reforça desejo de fusão ou aliança com o dono

Atualidade

Por Auto Foco 03-12-2020 17:11

De acordo com o presidente executivo da Volvo, Hakan Samuelsson, as negociações sobre uma fusão ou aliança do construtor sueco com a Geely, o grupo automóvel chinês que é proprietário daquela marca europeia, deverão ser retomadas no primeiro trimestre do próximo ano.

O adiamento das conversações tinha sido motivado pelo impedimento da Geely de proceder a alterações na sua estrutura de capital, após a decisão da New Star Market de Xangai, na sequência da tentativa da empresa asiática de entrar na listagem desse mercado bolsista, explicou Samuelsson.

A história da Volvo e da Geely começou quando o Grupo Zhejiang Geely Holding comprou o fabricante sueco à Ford, em 2010. “O primeiro trimestre do próximo ano é um prazo mais realista. Dissemos que estamos a procurar uma parceria e que isso poderia ser feito de diferentes maneiras. Desde logo, com partilha de plataformas, e assim por diante”, disse Samuelsson. Além disso, qualquer tipo de acordo de fusão teria de passar por uma estratégia que garantiria a preservação das identidades de ambas as empresas, noticia a Autonews Europe.

A Volvo pretende continuar a investir na eletromobilidade, e essa intenção foi reiterada, no início desta semana, por Hakan Samuelsson, ao anunciar que a empresa sueca tornar-se-á exclusivamente elétrica nos próximos 10 anos.

“É claro que a Volvo está muito orgulhosa... e a Geely está muito orgulhosa de ter uma marca como a Volvo. É uma oportunidade de formar algum tipo de aliança”, disse Samuelsson, antes de acrescentar que a Geely poderia permitir à Volvo aceder a muitos fornecedores de energias amigas do ambiente na China. “Vamos ver qual é o melhor caminho a seguir”, concluiu.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade