Banco do porta-aviões Charles de Gaulle vem do ‘navio-almirante’ da DS

Atualidade

Por VM 28-07-2021 13:09

O porta-aviões Charles de Gaulle, é agora comandado a partir de um banco inspirado nos do DS 9, tendo sido concebido pelas equipas da DS Automobiles, com tecnologia e requinte excecionais: inclui funções de massagem, aquecimento e ventilação, e é produzido em couro Nappa Noir Basalte com padrão bracelete de relógio.

O banco inspirado nos utilizados no DS 9, a berlina estatutária da gama, está agora instalado na ponte de navegação do porta-aviões Charles de Gaulle da Marinha francesa, para usufruto do seu comandante.

Entre as caraterísticas especiais, a função de massagem com cinco modos e três intensidades é mantida (‘patas de gato’, ondas, alongamentos, lombar e ombros), bem como o aquecimento e ventilação através do couro perfurado, uma estreia absoluta num porta-aviões da Marinha francesa.

Instalado no início de 2021, o banco já foi validado durante uma recente missão operacional de quatro meses do porta-aviões. Passando pelas mãos dos seleiros da DS Automóveis, é bordado com a insígnia de Charles de Gaulle R91: a cruz de Lorraine surge da âncora do navio, cujo diamante sugere a proa da embarcação. O braço da âncora está dividido em três voos para simbolizar a aviação a bordo. Uma placa metálica com o logótipo da DS Automobiles está colocada nas costas e foram acrescentados apoios de braços em ambos os lados do encosto.

“O porta-aviões Charles de Gaulle representa o extraordinário 'savoir-faire' da indústria francesa, com uma presença incomparável e tecnologia excecional. Instalar um banco da DS, uma criação única, feito pelos nossos próprios mestres seladores, é um orgulho para a marca”, sublinhou o Diretor de Design da DS Automobiles, Thierry Metroz,.

“Após 20 anos de leal serviço, o banco do posto de comandante teve de ser substituído. Graças à DS Automobiles, é a primeira vez que um banco do comandante oferece um nível tão elevado de conforto e tecnologia tão avançada. Este é um bem precioso porque este assento é, de uma forma ou de outra, uma ferramenta de trabalho, que tem um papel importante quando estamos numa missão, mesmo nas situações mais difíceis. Tal como num automóvel, o banco tem de oferecer um bom apoio e conforto. Por conseguinte, era natural trabalhar com uma marca de automóveis francesa com reconhecida perícia nesta área. Tal como Charles De Gaulle, também a DS Automobiles representa a excelência francesa”, disse o comandante do porta-aviões Charles de Gaulle, Guillaume Pinget.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade