McLaren 65LT Spider: Potência a céu aberto

Novo elemento da gama ‘Longtail’, o 765LT Spider é o descapotável mais potente mais potente de sempre da McLaren.

Atualidade

Por Vitor M. da Silva 28-07-2021 13:43

Com o mesmo motor V8 biturbo de 4.0 litros do rapidíssimo 765LT Coupé, a debitar 765 CV de potência e 800 Nm de binário, o novo Spider da Mclaren, cujo cliente é especialmente aficionado dos modelos aos quais se pode remover a capota (na gama 650, o cabrio vale nove em cada dez unidades matriculadas), pesa só mais 49 kg do que o carro fechado: 1388 kg contra 1339 kg. O que significa prestações praticamente a papel químico do supercarro de que lhe serve de base: 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e 330 km/h de velocidade máxima, igual ao 765LT Coupé, atrasando-se apenas 0,2 segundos na medição de 0-200 km/h (7,2s contra 7,0 segundos).

A principal diferença do Spider face ao Coupé é, obviamente, o tejadilho removível (em andamento até 50 km/h e com a operação a completar-se em breves 11 segundos), composto por um só painel em fibra de carbono, para que o carro seja o mais leve possível e usando tecnologia similar à dos outros Spider da McLaren, mas melhorada ao ponto deste novo descapotável ser mais silencioso com a capota fechada. Entre os bancos e o motor há ainda uma lamela em vidro que serve de defletor de vento, mas que também pode ser descida (eletricamente) para deixar entrar ar fresco ou umas notas acústicas do V8.

A marca refere ainda que um dos segredos para o peso muito contido desta versão é também culpa das caraterísticas especiais da estrutura conhecida como MonoCage II-S, integralmente em fibra de carbono, e que surge como elemento central do Spider, a dispensar quaisquer reforços em relação ao coupé! Para maior proteção em caso de capotamento, há novos elementos também em carbono soldados ao chassis na traseira. O aileron posterior foi recalibrado, para compatibilidade com o teto escamoteável, os amortecedores foram igualmente afinados para lidar com o ligeiro aumento de massa. E pouco mais…

Tal como no Coupé, a produção do 765LT Spider está limitada a apenas 765 unidades, por preços a rondar os 360 mil euros.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade