A Dacia não vai eletrificar os seus veículos

Atualidade

Por AUTO FOCO 13-09-2021 13:18

Prosseguindo com a sua estratégia bem sucedida de se posicionar como uma marca focada no baixo custo dos seus veículos, Xavier Martinet, chefe de vendas e marketing da Dacia, referiu numa entrevista à Auto Express que o fabricante continuará a manter-se afastada da eletrificação e que só começará a fazê-lo quando for estritamente necessário. Isto inclui tanto modelos híbridos, , como elétricos.

«A questão não é técnica. Podemos colocar esta tecnologia nos nossos automóveis, pois temos a tecnologia híbrida no Clio e Captur, e podemos colocá-la amanhã sem dificuldade no Jogger ou Sandero», acrescenta Martinet.

«A questão é económica: os clientes estão dispostos a pagar mais 3000 a 4000 euros por um híbrido quando podem comprar uma versão a gasolina ou a GPL que custa apenas mais algumas centenas de euros e cumpre nas emissões de CO2», questiona o responsável da Dacia.

Martinet diz ainda que os clientes não procuram uma tecnologia específica mas sim um veículo que satisfaça as suas expectativas, e que embora os carros só se tornem mais caros com novos regulamentos sobre emissões e assistência à condução, os salários das pessoas não irão aumentar ao mesmo ritmo. Ao manterem a sua estratégia de baixo custo, esperam que mais pessoas comecem a valorizá-los e a escolhê-los.

Introduziremos a tecnologia elétrica quando precisarmos dela e para que quando entrarem numa cidade os nossos clientes não tenham de pagar uma multa, mas é realmente uma questão de economia», conclui.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade