Kia Proceed Shooting Brake 1.0 T-GDI GT Line

Especial

TESTE

Por José Caetano 13-04-2019 18:45

Fotos: Gonçalo Martins

A Kia, na ressaca de 2018 positivo, em Portugal e na Europa, entrou em 2019 com o pé direito. O ano passado, recorde de vendas no mercado nacional e no Velho Continente! No nosso País, a marca matriculou 5622 carros novos, número que corresponde a crescimento de 2,48%. Na União Europeia, 494.304 automóveis matriculados e progresso de 4,7%, para quota acima da barreira dos 3%, com 3,2%. A introdução da 3.ª geração do Ceed, no verão, contribuiu, muito positivamente, para este resultado. Depois da berlina compacta de 5 portas, estreia da carrinha (SW). O ProCeed Shooting Break à prova estreia-se na gama. Testámos a versão 1.0 T-GDi, com motor de 120 cv, e nível de equipamento GT Line.

O sucesso da Kia não acontece por acaso… Prova-o este ProCeed, o nome de batismo da carroçaria mais desportiva do segmento C que a marca sul-coreana produz na Europa, na fábrica de Zilina (Eslováquia). À 3.ª geração do compacto, extensão da gama inspirada no formato democratizado pela Mercedes-Benz, com o CLA (berlina em 2013, carrinha em 2015). Os asiáticos não possuem a imagem e o posicionamento dos alemães, mas a tentativa de aproximação às referências principais do segmento é expressão de ambição que não pode deixar de sublinhar-se, sobretudo reconhecendo qualidades ao automóvel que temos nas mãos!

O ProCeed diferencia-se da berlina e da carrinha com que partilha plataforma, órgãos, equipamentos & Cia. pela silhueta do tipo coupé. Mas, muito mais do que combinar as características mais importantes das duas carroçarias introduzidas o ano passado, este automóvel sobressai pelo desenho diferenciador da carroçaria, que não penaliza a funcionalidade. Esta combinação, prova-se, é possível. O Shooting Brake mantém os 2,650 m entre eixos, mas é maior em comprimento até do que a carrinha, o que não significa, obrigatoriamente, mais espaço a bordo ou no compartimento de carga. A arquitetura da carroçaria limita os acessos aos bancos de trás e condiciona a capacidade da mala. Ainda assim, no primeiro caso, centímetros mais do que suficientes em todas as direções, incluindo para as pernas; no segundo, bagageira com 594 litros – contra os 625 do SW, capacidade recorde na categoria, à frente de Skoda Octavia Break (610) ou VW Golf Variant (605).

O Kia ganha o frente a frente (impossível) com o Mercedes-Benz CLA Shooting Break quer na configuração standard do compartimento (no carro alemão, só 495 litros), quer rebatendo os encostos dos bancos posteriores, ação que realizamos muito facilmente no automóvel sul-coreano (até 1545 litros no ProCeed e 1354 litros no adversário premium). Este tipo de funcionalidade garante qualidades familiares acima da média. A apresentação do interior mais do que satisfaz. Aqui, elogiem-se os revestimentos negros das superfícies, que substituem os cinzentos dos demais Ceed. Incrível como uma operação simples tem tanto impacto na perceção de qualidade dos materiais e da montagem. Neste ponto, construtor asiático no patamar dos fabricantes generalistas europeus de referência – às marcas premium, obviamente, exigir-se-á mais e melhor.

Mas, nos automóveis, a perfeição (quase) não existe… O ProCeed ganharia se contasse com posição mais baixa (e desportiva) e melhor visibilidade para trás, muito penalizada pela dimensão míni do vidro posterior. Como contraponto, equipamento abundante. O modelo encontra-se disponível somente com o nível mais completo (GT Line), apresentando-se, por isso, sem quaisquer falhas tanto no capítulo do conforto, como no da segurança, incluindo arranque sem chave, monitorização dos ângulos mortos dos retrovisores exteriores ou sistema de info-entretenimento que possui navegação e é compatível com tecnologias Apple CarPlay ou Android Auto.

Também dinamicamente, o ProCeed mais do que satisfaz. Este modelo foi submetido a desenvolvimento específico, sobretudo ao nível do chassis (direção e suspensão), para progresso na precisão da condução, razão por trás do tato mais desportivo, na comparação com Ceed ou Ceed SW. Uma missão (bem) cumprida e sem prejuízo do conforto de rolamento, indispensável num automóvel que tem, também, obrigações familiares. No entanto, o 1.0 T-DGi, motor com 3 cilindros, 1 litro de capacidade e 120 cv, não é teste aos limites do Kia! Para percebermos as vantagens da introdução de molas mais firmes (13% à frente e 44% atrás), da diminuição da altura livre da carroçaria ao solo e, também, da montagem de pneus Michelin Pilot Sport 4 específicos, obrigatória conduzir-se a versão de topo, com motor 1.6 T-GDi de 204 cv. Mesmo assim, elogiem-se a agilidade em curva e a estabilidade.

O 1.0 T-GDi reage com energia q.b. ao acelerador, independentemente dos regimes de funcionamento, característica que torna a condução ainda mais gratificante. As acelerações e as recuperações não são prodigiosas, mas o escalonamento da caixa de 6 velocidades, manual, com seletor preciso e rápido, explora bem todas as qualidades da mecânica. A motor tão pequeno, impossível pedir-se mais, incluindo no capítulo dos consumos.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

KIA PROCEED

Shooting Brake 1.0 T-GDi GT Line

Motor
Arquitetura 3 cilindros em linha
Capacidade 998 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./12v
Potência 120 cv/6000 rpm
Binário 172 Nm/1500-4000 rpm
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Ind. multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,6 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,605/1,800/1,422 m
Distância entre eixos 2,65m
Mala 594-1545 litros
Depósito de combustível 50 litros
Pneus F 7,5jx17-225/45 R17
Pneus T 7,5jx17-225/45 R17
Peso 1360 kg
Relação peso/potência 11,3 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 190 km/h
Acel. 0-100 km/h 11,3 s
Consumo médio 5,5 l/100 km
Emissões de CO2 125 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 7 anos/150.000 km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 136,72 €

Medições

KIA

Acelerações
0-50 km/h 3,5 s
0-100 / 130 km/h 10,6 s
0-400 / 0-1000 m 17,4 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 6,7 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 6,8/9,1/11,9 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 10,7/13,2/16,9 s
Travagem
100-0/50-0km/h 35,6/8,8 m
Consumos
Consumo médio 7,6 l/100km
Autonomia 657 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE