Mercedes-AMG CLA 45S 4Matic Shooting Brake

Prazeres exclusivos

TESTE

Por Ricardo Jorge Costa 11-06-2022 07:00

Fotos: Gonçalo Martins

Carrinha ‘acoupezada’ de linhas fluidas e longilínea, é um dos elementos da família de compactos desportivos da Mercedes-AMG, aqui no modelo da nova geração e versão mais potente: 45 S de 421 cv. Sem concorrência.

Na terceira geração do Classe A (2013-18), a Mercedes-Benz passou do anonimato na construção de desportivos compactos para o estatuto de excelência nesse segmento. O responsável pela ascensão da marca da estrela ao galarim desses automóveis cativadores de fervorosas paixões tem origem certificada: a AMG, o seu braço desportivo. O Mercedes-AMG CLA 45 S 4Matic Shooting Brake é um dos elementos dessa família de compactos desportivos, carrinha acoupezada de altas performances sem concorrente direto, na sua mais recente geração.

No coração desta prodigiosa máquina para a condução desportiva encontramos o mais recente desenvolvimento do consagrado motor de quatro cilindros, dois litros e turbo, de 421 cv, o mais potente de produção em série na indústria automóvel com esta cilindrada. Mecânica que é um compêndio tecnológico em formato compacto e leve (bloco de alumínio), impressionando pela resposta espontânea ao acelerador (binário máximo de 500 Nm às 5000 rpm), a elevada progressividade ao longo de toda a faixa de regime e a consistência nos mais altos (potência máxima às 6750 rpm), o que lhe confere uma enorme elasticidade e ainda uma sonoridade cativante, e ainda mais, pelo acompanhamento acústico do escape, muito bem trabalhado.
As potencialidades do motor são exploradas otimamente pela caixa automática AMG de dupla embraiagem e oito velocidades, que contribui para a agilidade e o dinamismo gerais do veículo. As relações de transmissão têm o rapport correto, garantindo a adequação rapidíssima e precisão máxima nas passagens, quer sejam automáticas ou manuais. A completá-la, a função Race-Start, de arranque eletronicamente controlado, que permite a todos os condutores igualarem a aceleração 0-100 km/h anunciada de fábrica (3,9 segundos), numa experiência sensorial entusiasmante.

A compor esta sinfonia está igualmente o sistema de tração integral variável, que assegura a melhor motricidade sem restringir a diversão de condução. A distribuição de binário varia de 100% no eixo dianteiro até equitativos 50:50% em ambos. Esse sistema adequa ainda a tração ao controlo de estabilidade quando o condutor pretende uma intervenção menos intrusiva destes na dinâmica do veículo e assim reduzindo o espetro de ação destes anjos da guarda. Na intrincada eletrónica de condução inclui-se, ainda, a tecnologia AMG Dynamics, que amplia as funções do ESP com um efeito de controlo de sobreviragem.
O amortecimento adaptativo é cada vez mais indispensável ao desempenho dos desportivos e neste é um opcional imperdível (1250 €) que permite ao condutor escolher entre três diferentes níveis de rigidez da suspensão, se não quiser deixar à eletrónica a regulação automática, de acordo com a condução e as condições da estrada. A definição de firmeza, segundo a preferência ou a atitude do condutor, entre a confortável (que obviamente nunca é) e a mais desportiva, pode fazer em botão próprio ou dos cinco programas do sistema de controlo da dinâmica que modificam a resposta do motor, da transmissão, a sonoridade do escape e o amortecimento da suspensão (com o referido opcional). O condutor ajusta os settings do seu automóvel cada vez mais como num carro de corrida, também no volante.

Mas não há bom desportivo sem um bom sistema de travagem, e o deste AMG não destoa, garantindo desacelerações fortes, reduzidas distâncias de imobilização e elevada resistência à fadiga. O eixo dianteiro tem pinças fixas monobloco de quatro pistões melhoradas e discos de 360 mm e o eixo traseiro pinças deslizantes de um pistão e discos de 330 mm, e todos os discos são ventilados e perfurados.
E o mesmo se pode dizer da direção com afinação desportiva, sensível à velocidade, outro elemento que contribui para o rigor da dinâmica.

Elegância, sofisticação tecnológica, excelência mecânica e elevadas performances conjugam-se nesta carrinha compacta de linhas fluidas e imagem desportivamente requintada, a um preço ainda mais estratosférico do que os superlativos que definem a qualidade do produto que é proposto.
O custo da unidade em teste está no limiar dos 100.000 euros, o que desde logo dispensa comentários. Mas garante-se que a experiência sensorial da sua condução vale cada cêntimo.   

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

MERCEDES AMG

CLA 45 S 4Matic Shooting Brake

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1991 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16 v
Potência 421 cv/6750 rpm
Binário 500 Nm/5000-5260 rpm
Transmissão
Tração Integral permanente
Caixa de velocidades Automática de 8 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo multibraços
Travões F/T Discos ventilados e perfurados
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,5 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,693/1,857/1,415 m
Distância entre eixos 2,729m
Mala 505-1370 litros
Depósito de combustível 51 litros
Pneus F 9jx19-255/35 R19
Pneus T 9jx19-255/35 R19
Peso 1715 kg
Relação peso/potência 4,07 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 270 km/h
Acel. 0-100 km/h 3,9 s
Consumo médio 8,7 l/100 km
Emissões de CO2 198 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/30 anos
Intervalos entre revisões 25000 km
Imposto de circulação (IUC) 239,37 €

Medições

MERCEDES

Acelerações
0-50 km/h 1,7 s
0-100 / 130 km/h 4,0/6,2 s
0-400 / 0-1000 m 12,2/22,3 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 2,1 s
60-100 km/h (D) 2,4 s
80-120 km/h (D) 2,5 s
Travagem
100-0/50-0km/h 34,5/9,0 m
Consumos
Consumo médio 11 l/100km
Autonomia 464 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE