BMW iX3

Animar a aura desportiva

TESTE

Por Paulo Sérgio Cardoso 14-01-2023 07:00

Fotos: Gonçalo Martins

A BMW tudo faz para alimentar o reconhecimento enquanto marca de cânones desportivos. Seja entre modelos compactos, versões Diesel, SUV ou modelos de propulsão elétrica; seja através do design, das formas ou dos pormenores, tem de haver emoção à flor da pele! Nem que seja pela adoção de pozinhos mágicos da M que agora vêm animar o atualizado iX3...

Para a revisão temporal do SUV elétrico, o iX3 surge indissociável da personalidade e dos elementos que compõem o Pack M Sport, proposto de série, que têm o condão de aliar forma e função, como a nova e alargada zona frontal inferior de tomada de ar a estar munida de flaps ativos que vão canalizando e gerindo os fluxos para o arrefecimento dos travões. As proporções mais robustas dos para-choques dianteiros estão agora complementadas pelas cortinas laterais verticais pintadas a azul, a cor que caracteriza os elementos da gama eletrificada BMW i, marcando presença no contorno dos logos exteriores e em vários pormenores no habitáculo, como no botão de arranque e laterais da alavanca da caixa.

Ficam bem ao renovado iX3 as óticas mais afiladas, com as traseiras alongadas e escurecidas e as dianteiras a poderem receber a opcional tecnologia laser, de horizontes de iluminação bem mais alargados e funções adaptativas que funcionam na perfeição.

As mexidas no interior, embora em número reduzido, são de notória evidência estética e tecnológica, caso do agora maior monitor que dá vida ao sistema multimédia, continuando a aceitar ordens táteis ou através da interface iDrive, com comando rotativo e teclas de atalho para acesso imediato aos menus pretendidos. Para utilizadores tecnologicamente mais arrojados, não faltam os comandos gestuais (quanto a nós, de reduzido sentido prático) e vocais, já melhor entendedores das ordens. A qualidade gráfica e a intuição com que se navega entre os menus são pontos fortes conseguidos por esta atualização.

Além de distinta disposição do tablier (saídas e comandos de climatização), o iX3 apresenta-se com nova arrumação da consola entre os bancos, para onde passou o botão de ignição e onde existem agora comandos de design bem mais moderno, quer para a caixa de velocidades, quer para as restantes funções intimamente ligadas à condução, como a seleção de modos de condução.

Para o iX3, modelo fabricado na China, a BMW simplificou a personalização, tendo para isso criado duas versões, com a mais equipada Impressive (6000 €) a acrescentar elementos que ajudam a tornar prazenteira a convivência diária com modelo que, recorde-se, tem origem no X3 lançado em 2018.

Serena continua a ser forma do iX3 enfrentar a estrada, proporcionando condução confortável que resulta da conjugação de amortecimento muito suave com a forma harmoniosa com que a potência elétrica chega às rodas motrizes – face à concorrência, perde pela falta de precisão e descontração em pisos escorregadios por contar apenas com tração traseira. Ainda assim, este feitio mais relaxado pode alterar-se para vivas e até eloquentes acelerações (ver medições) mediante a seleção do modo de condução Sport, que inclui sonoridade artificial.

Os vidros dianteiros duplos e revestimentos das cavas de roda ajudam a manter o silêncio dinâmico.

Com mão-cheia de tecnologias de apoio ao condutor, o iX3 propõe condução preditiva, com sugestões de moderação de velocidade face à aproximação de zonas de limites inferiores, ou ainda cruise control com assistente de tráfego, com paragem e arranque automático nas filas de trânsito, seguindo o veículo na dianteira.

A BMW manteve a essência elétrica do iX3, com bateria de 80 kWh (74 úteis), tração e motor elétrico traseiro de 286 cv, com consumos médios que poderão rondar os 18-19 kWh/100 km e níveis ajustáveis de recuperação de energia (além da inteligência da condução preditiva), tudo a contribuir para autonomias médias de 400 km. Esta atualização focou-se na modernização tecnológica e ergonómica do interior, local espaçoso e funcional para acolher famílias.

Preço (janeiro 2023):

BMW iX3 M Sport - Desde 77.700 €

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

BMW iX

3

Motor
Tipo Elétrico, síncrono, traseiro
Potência 286 cv (210 kW)
Binário 400 Nm
Bateria Iões de lítio (400 V)
Capacidade útil 80 kWh
Tempo de carga (0-80%) 32 minutos
Transmissão
Tração Traseira
Caixa de velocidades Automática de 1 vel.
Chassis
Suspensão F Ind. multibraços
Suspensão T Ind. c/ triângulos duplos
Travões F/T Discos ventilados
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/12,1 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,734/1,891/1,668 m
Distância entre eixos 2,864m
Mala 510-1560 litros
Depósito de combustível -
Pneus F 8jx20-245/45 R20
Pneus T 9,5jx20-275/40 R20
Peso 2260 kg
Relação peso/potência 7,9 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 180 km/h
Acel. 0-100 km/h 6,8 s
Consumo médio 18,5 kWh/100 km
Autonomia 461
Garantias/Manutenção
Mecânica 3 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão -
Bateria 30000
Imposto de circulação (IUC) 0 €

Medições

BMW

Acelerações
0-50 km/h 2,8 s
0-100 / 130 km/h 6,7/10,5 s
0-400 / 0-1000 m 14,9/27,6 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 3,0 s
60-100 km/h (D) 3,3 s
80-120 km/h (D) 4,0 s
Travagem
100-0/50-0km/h 36,6/10 m
Consumos
Consumo médio 17,8 kWh/100km
Autonomia 400 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE