Moto elétrica de 100 mil euros para ‘correr’ em Goodwood

Modelo de pré-produção da ‘neo-café-racer’ Arc Vector estreia-se no Festival of Speed

Motos - Atualidade

Por Paulo Ribeiro 24-07-2019 13:35

Será a primeira oportunidade para ver em ação a Arc Vector, na estreia dinâmica da uma unidade de pré-produção (e não mero protótipo…) produzida pela empresa britânica de alta tecnologia, alinhando no Goodwood Festival of Speed ao lado das mais modernas superbikes e carros desportivos de todos os tempos.

Aquela que será uma das estrelas do Festival deste ano, tem já início de produção prevista para o verão e dará nas vistas na entrada da casa do Duke of Richmond. Além disso, no stand montado no local pela Arc Vehicle, estará uma Vector preparada para proporcionar experiência ímpar de realidade virtual, enquanto um terceiro protótipo estará no Paddock Supercar Michelin.

Projetada e fabricada na Grã-Bretanha com fortíssimo apoio da Jaguar Land Rover PLC, a Arc Vector anuncia-se como a moto elétrica mais avançada do mundo, construída a partir de engenhoso monocoque em carbono que acomoda o módulo de bateria. E que é conduzido pelo motociclista com capacete especial Zenith, conectado a própria moto e inspirados nos caças, e com o blusão Origin, feito por medida e com HMI (Human Machine Interface), com sensores e motores hápticos que recebem, interpretam e enviam as mensagens geradas pelo corpo do condutor, tornando a experiência de pilotagem mais segura e estimulante.

Com motor elétrico de 399 volts, proporcionando 133 cavalos de potência e binário de 591 Nm, capaz de chegar dos 0 aos 100 km/h em 3,1 segundos, a Arc Vector pesa 220 kg e promete autonomia de 623 km em ciclo urbano, 370 km em estrada e um combinado de 435 km com cada recarga completa que demora apenas 30 minutos. Para provar a agilidade da Vector, proporcionadora de rápidas mudanças de direção e inabalável estabilidade a alta velocidade, o fundador e CEO da marca britânica, o ambientalista, designer e premiado engenheiro Mark Truman, subirá a pista a pista de 2,16 milhas duas vezes em cada um dos quatro dias do evento. Com 35 anos de ligação ao motociclismo de competição, construindo diversas das suas motos de corrida, Truman foi distinguido com o prémio de Engenheiro Jovem do Ano da Society of Automotive Engineers International em 2005, graças ao trabalho experimental com um chassis de moto e braço oscilante flexíveis.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Motos - Atualidade