Renault totalmente elétrica em 2030

Até 2025, a marca lançará 4 novos modelos 100% elétricos. A partir de 2030, só a Dacia contará com motores de combustão interna

Atualidade

Por AUTO FOCO 13-01-2022 18:52

O portefólio da Renault em 2030, na Europa, será unicamente constituído por automóveis 100% elétricos, confirma Luca de Meo, CEO da marca.

Em julho de 2021, Luca de Meo tinha adiantado que 90 por cento da frota da Renault seria totalmente elétrica nessa data, mas, agora, sugere que só a Dacia contará, muito provavelmente, com modelos a combustão depois de 2030, sendo, aliás, a única a ser eletrificada no «último momento possível».

A decisão da Renault é semelhante à de outras marcas que também já assumiram igual compromisso, como por exemplo a Peugeot, a Fiat e a Opel – todas do grupo Stellantis – e a Ford Europa.  

«Temos a obrigação de participar nesta transição...» para a neutralidade carbónica na Europa, diz Luca de Meo.

A seguir ao Mégane E-Tech Electric, a marca francesa lançará quatro automóveis 100% elétricos até 2025: o novo Renault 5, um SUV complementar do Mégane, além de um ‘crossover’ inspirado no lendário Renault 4 e um modelo comercial ('van').

Note-se que a União Europeia está a considerar implementar novas regras que apenas permitirão a venda de automóveis 'zero emissões' a partir de 2035. Já em 2025, entrará em vigor a mais restritiva norma Euro 7 referente às emissões de CO2, o que aumentará significativamente os custos de desenvolvimento e produção dos motores de combustão interna.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade