Pagani de 7 milhões de euros já esgotou

Atualidade

Por AF 17-06-2022 16:32

Chama-se Huayra Codalunga, é a mais recente obra de arte da Pagani, produzida em edição limitada a apenas cinco exemplares, todos já com dono.

Trata-se de uma espécie de versão “long tail” do hiperdesportivo da marca italiana de San Cesario sul Panaro (daí o nome Codalunga, cauda longa em português), criada pelo departamento Grandi Complicazioni, a divisão de projetos especiais da Pagani.

A ideia partiu de dois clientes do fabricante em meados de 2018, em jeito de homenagem aos protótipos que correram em Le Mans nos idos anos 60.

A base técnica é a do Huayra Coupé, “como se tivesse sido esculpido pelo vento, para desenhar linhas ainda mais elegantes”, explicou Horacio Pagani.

Mais aerodinâmico que o balístico Huayra, o Codalunga pesa menos 70 kg e usa o mesmo 6.0 V12 biturbo de origem AMG a debitar 840 cv e 1100 Nm.

O preço é igualmente exclusivo: 7 milhões de euros (antes de impostos).

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade