E-Ray, o primeiro Corvette híbrido e com tração integral

Atualidade

Por AUTO FOCO 19-01-2023 19:02

Em ano de soprar 70 velas do icónico desportivo, a Chevrolet estreia fórmula de eletrificação no Corvette. Assim nasceu o E-Ray, que irá também ficar para a história ao ser o primeiro Corvette com tração integral.

O estágio de evolução do Chevrolet Corvette passa agora pela hibridização do conhecido bloco 6.2 V8 (a que a Chevrolet carinhosamente apelida de 'small block'...), que no E-Ray passa a trabalhar em sintonia com um motor elétrico e uma pequena bateria auto recarregável de 1,2 kWh.

Neste autêntico super híbrido, o motor V8 de 502 cv e 637 Nm de binário continua a entregar potência apenas ao eixo traseiro e através de uma caixa automática de 8 velocidades, a que se somam possíveis 162 cv debitados pela unidade elétrica ligada exclusivamente ao eixo dianteiro – o que resulta em tração integral eAWD. Ao todo, o E-Ray oferece uma potência máxima combinada de 664 cv.

O E-Ray apresenta pormenores de design e algumas dimensões que o diferenciam do Corvette Z06 e está disponível nas carroçarias coupé com tejadilho removível e roadster. As acelerações anunciadas roçam o inebriante: pouco mais de 2,5 segundos de 0 a 100 km/h e 10,5 segundos para percorrer o primeiro quarto de milha (cerca de 400 metros), onde já irá chegar a 209 km/h.

Com a entrada em cena do motor elétrico, o E-Ray pode percorrer cerca de 4 km e a um máximo de 72 km/h sem ligar o V8 a gasolina, contando este com start-stop e tecnologia de desativação de (4) cilindros. Tudo a contribuir para a máxima eficiência do primeiro Corvette híbrido da história!

Para gerir e dominar todo o potencial mecânico, o condutor tem à sua disposição seis modos de condução: Tour, Sport, Track, Weather, My Mode e Z-Mode, além de opção Charge+ para forçar o carregamento da bateria. O sistema de controlo de tração PTM (Performance Traction Management) foi especificamente desenvolvido para lidar com os atributos e a especificidade da mecânica.

Nas ligações ao solo, 4.ª geração do sistema de amortecimento adaptativo Magnetic Ride Control com três níveis de regulação, discos de travão carbo cerâmicos, jantes de 20'' (à frente) e 21'' (atrás) com pneus Michelin Pilot Sport. Com a certeza de que, embora mais  política e ecologicamente correto, o E-Ray não dispensa a voz grossa e o carácter brutal do motor V8!

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade