Mercedes-Benz CLA Coupé

Fórmula de sucesso

Apresentação

Por José Caetano 08-08-2019 09:20

A Mercedes estreou-se no segmento dos compactos em 1997, com o Classe A. Mais de duas décadas depois, o formato continua a ganhar peso nos números do fabricante de Estugarda, Alemanha, independentemente da informação estatística que privilegiemos – produção, lucros/receitas, vendas… O ano passado, recorde de registos, com mais de 680.000 automóveis comercializados nos quatro cantos do Mundo. Este êxito originou o programa de expansão da gama por trás da introdução do CLA, em 2013, primeiro só como Coupé, depois também como Shooting Brake. Tivemos oportunidade de experimentar a 2.ª geração em primeira mão e contamos-lhe as primeiras impressões.

Desde 2013, a Mercedes vendeu mais de 750.000 exemplares do CLA, considerando as duas carroçarias da gama. Em Portugal, muito recentemente, transpôs-se a fasquia dos 6000, número relevante, considerando a dimensão do mercado. Mas, para a marca, ainda mais importante do que os resultados comerciais, é o contributo ativo tanto do Coupé como do Shooting Brake para o rejuvenescimento da carteira de clientes. Nos EUA, por exemplo, são 10 anos mais novos que os dos demais modelos do emblema da estrela. E, na China, a média etária é de apenas 34 anos…. Assim, melhoram-se as hipóteses de fidelização. Na Europa, dois terços dos ex-proprietários adquiriram automóvel novo ao fabricante. Um indicador de satisfação.

No desenvolvimento de geração nova de automóvel bem-sucedido, cautela e caldos de galinha, o que não significa, necessariamente, abordagem conservadora. No CLA, como no Classe A III introduzido em 2018, evolução combinada com revolução, sobretudo no campo tecnológico, com assistências eletrónicas à condução e info-entretenimento na linha da frente das novidades integradas na geração-2019. A plataforma é a MFA II. Na carroçaria, linhas menos dramáticas, mas a simplificação do desenho melhorou a imagem do automóvel, tornando-o mais desportiva, elegante, emocional. E, assim, certeza de diferenciação na categoria dos compactos.

Nas dimensões exteriores, o CLA novo aproxima-se bastante do antecessor. O progresso na habitabilidade é mínimo e a capacidade da mala até diminuiu, ainda que apenas 10 litros, para 460 litros, embora os responsáveis da marca da Estugarda reivindiquem melhoria quer no aproveitamento do espaço, quer no acesso ao compartimento. Todavia, no essencial, a fórmula mantém-se: no automóvel mais desportivo da gama de compactos da Mercedes, forma à frente da função, vide a liberdade limitada de movimentos nos bancos de trás. Nesta zona do habitáculo, ocupando-se os três lugares, conforto beliscado pela falta de centímetros em todas as direções (na largura, ainda pior!).

Na apresentação do interior, CLA muito melhor… Apresentação desportiva, moderna e sofisticada, materiais de qualidade nos revestimentos, montagem correta. Tratando-se de marca premium na imagem e no posicionamento comercial, exigia-se! A posição de condução é baixa e o banco tem desenho e apoios que beneficiam o conforto. O painel de bordo, nas versões de topo, apresenta-se com dois monitores de 10,25’’ (12x26 cm) para instrumentação e info-entretenimento. Entre as novidades, evolução do MBUX. O sistema da Mercedes estreia funções que permitem, por exemplo, a reconfiguração de todas as informações através de instruções gestuais ou vocais, por isso dispensando os comandos táteis no ecrã ou no seletor arrumado na consola entre os bancos. De resto, opcionalmente, até a iluminação do habitáculo pode ativar-se da mesma forma – entre os extras, 10 ambientes cromáticos e 64 cores para os pontos de luz!

A capacidade de personalização e a inteligência do MBUX também evoluíram de forma significativa… O sistema novo reconhece as ordens vocais do condutor, distinguindo-as de quaisquer conversas entre os ocupantes do automóvel, ao contrário do que acontece no Classe A apresentado o ano passado! O número de assistentes à condução também aumenta. Entre os recursos disponíveis de série ou em opção, manutenção na faixa de rodagem combinada com regulador de velocidade ativo que atua automaticamente no pára-arranca citadino e imobiliza o CLA, encontrando-se engarrafamento ou obstáculo numa autoestrada ou estrada. E o programa socorre-se da navegação para adaptar a marcha na aproximação de curvas ou rotundas.

O CLA II tem vias mais largas do que o antecessor e chassis bastante otimizado! As barras estabilizadores foram recalibradas e até o controlo eletrónico de estabilidade recebeu atualização de software que melhora muito as reações dinâmicas, tornando-as mais desportivas e precisas em curvas, percorrendo-as a alta velocidade. O amortecimento variável, opcional, tem dois programas, mas nem o Sport, o mais firme, penaliza o conforto, devido à capacidade de filtragem do piso.

Finalmente, os motores de 4 cilindros combinam potência com (mais) eficiência. O 180 d tem turbodiesel com 1,5 litros e caixa automática de 7 velocidades. O sistema dispõe de embraiagem dupla e aproveita bem os 116 cv e os 250 Nm de mecânica reativa q.b. aos movimentos no pedal do acelerador. Sublinhem-se, ainda, a sonoridade moderada e a ausência de vibrações irritantes. Mas, privilegiando-se a condução, mais e melhor CLA no 250 com mecânica a gasolina de 224 cv e quatro rodas motrizes, associação que combina com a imagem desportiva do modelo da Mercedes, no comportamento e nas performances!

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

MERCEDES CLA

250 4MATIC COUPÉ

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1991 cc
Alimentação Injeção direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 224 cv/5500 rpm
Binário 350 Nm/1800 rpm
Transmissão
Tração Integral permanente
Caixa de velocidades Automática de 7 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Ind. multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,1 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,688/1,830/1,444 m
Distância entre eixos 2,729m
Mala 460 litros
Depósito de combustível 43 litros
Pneus F 6,5jx17-205/55 R17
Pneus T 6,5jx17-205/55 R17
Peso 1550 kg
Relação peso/potência 6,91 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 250 km/h
Acel. 0-100 km/h 6,3 s
Consumo médio 6,7 l/100 km
Emissões de CO2 153 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica -
Pintura/Corrosão -
Intervalos entre revisões -
Imposto de circulação (IUC) -

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação