Mitsubishi Space Star

Animal urbano

Apresentação

Por Vítor Mendes da Silva 07-04-2020 10:15

Notória no segmento dos citadinos, tem sido a evolução de dois conceitos bem distintos: por um lado modelos que valorizam o aprumo estético, carroçarias com design arrojado e decorações coloridas em intermináveis possibilidades de personalização, como os smart ou o Fiat 500; de outro lado, subespécie de pequenos automóveis com reforçada fórmula de racionalidade e não tão preocupados com a vertente fashion da coisa…

Neste último grupo de propostas, com posicionamento comercial mais dócil, inclui-se o Mitsubishi Space Star, automóvel com trunfos, desde a lotação para cinco ocupantes ao pequeno motor a gasolina que serve compromisso interessante entre prestações despachadas q.b. e consumos frugais.

No modelo japonês deve elogiar-se mesmo o espaço do habitáculo, algo que chega a surpreender num carro tão pequeno: é amplo à frente e nem sequer é muito exíguo atrás, uma vez que a distância para as pernas é razoável (até aos  encostos), mesmo que fiquem numa posição elevada. Quanto à mala, esta exibe 235 litros úteis, adotando um estrado duplo tipo gaveta e com divisórias. Tem trunfos, desde que não os façamos  E não é um problema de tamanho.

As dimensões exteriores do japonês, que até cresceu 5 cm em comprimento (para bons 3,84 m) com o redesenho da secção dianteira, para desejada aproximação à imagem dos restantes automóveis da gama, confirmam que é automóvel  a meio caminho entre citadino e utilitário, mas toda a filosofia de conceção está de acordo com posicionamento na base da gama. E até o motor de 1,2 litros, o único disponível na gama, segue a mesma orientação: é mecânica simples.  O Space Star recorre a conhecido 3 cilindros a gasolina, trabalhado para menores consumos e emissões. Unidade despachada q.b., rubricando acelerações e retomas de velocidade até interessantes para atmosférico a debitar 80 cv. Ainda  assim, nota positiva para a precisa caixa de 5 velocidades, a que recorremo  quando é necessário espevitar o andamento, com escalonamento correto. Só o seletor podia estar mais à mão de semear e não em posição tão avançada na consola central.

O novo modelo da marca dos três diamantes também apresenta comportamento dinâmico interessante, nunca adorna excessivamente em curva, embora o chassis já acuse o peso da idade.

A mesmíssima receita utilizada pela Mitsubishi na conceção do interior do despretensioso Space Star, apenas usando generosidade maior na dotação de equipamentos, com alguns detalhes a ter em conta (de série), tais como volante em pele, arranque sem chave e acesso mãos-livres, este último com teclas nos puxadores da porta do lado do condutor e no do portão da mala. Nesta que é a segunda intervenção desde o lançamento em 2012, as maiores novidades estão precisamente no reforço de conteúdos, incluindo a adoção de faróis em LED, além de uma nova assinatura luminosa nas óticas traseiras.

O para-choques também tem novo desenho, como as jantes de 15 polegadas, que são as únicas disponíveis no mercado nacional. A aposta do fabricante faz-se numa só versão de equipamento, a mais rica, que passa a incluir travagem autónoma de emergência com deteção de peões, sistema de alerta de saída de faixa de rodagem, máximos automáticos e uma câmara traseira. As opções disponíveis resumem-se à escolha entre caixa manual de 5 velocidades ou prática CVT e às cores de carroçaria.

Interior para 5 pessoas, apesar das dimensões compactas, e estética exterior agradável são atributos deste pequenote, com motor de 3 cilindros a gasolina que serve compromisso equilibrado entre prestações despachadas q.b. e consumos  frugais. E com verdadeiro preço-canhão, mais motivos para a Mitsubishi apostar numa categoria em que a concorrência tende a desacelerar. 

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

MITSUBISHI SPACE STAR

1.2

Motor
Arquitetura 3 cilindros em linha
Capacidade 1193 cc
Alimentação Injeção multiponto
Distribuição 2 a.c.c./12 v
Potência 80 cv/6000 rpm
Binário 106 Nm/4000 rpm
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 5 velocidades ou CVT
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo de torção
Travões F/T Discos ventilados/Tambores
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/9,2 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 3,840/1,665/1,505 m
Distância entre eixos 2,45m
Mala 235 litros
Depósito de combustível 35 litros
Pneus F 5jx15-175/55 R15
Pneus T 5jx15-175/55 R15
Peso 845 kg
Relação peso/potência 10,5 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 180 km/h
Acel. 0-100 km/h 11,7 s
Consumo médio 5,4 l/100 km
Emissões de CO2 121 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica -
Pintura/Corrosão -
Intervalos entre revisões -
Imposto de circulação (IUC) -

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação