Elétrico Jaguar I-Pace emite som de alerta para invisuais

Atualidade

Por Auto Foco 11-10-2018 14:37

Sem o som característico de um motor de combustão, o elétrico Jaguar I-Pace necessitava de uma nova forma de chamar a atenção de pessoas invisuais, com dificuldades de visão ou outros peões mais vulneráveis sempre que um veículo elétrico se aproxima a baixa velocidade.

A Jaguar projetou o sistema exclusivo Audible Vehicle Alert System (AVAS) para o seu primeiro elétrico e que cumpre a legislação que proximamente entrará em vigor em todo o mundo.

Os engenheiros da Jaguar desenvolveram um som que pode ser ouvido a velocidades de 20 km/h ultrapassando os 56dB(A), mínimos exigidos pela legislação europeia - a mais rígida do mundo -, para todos os veículos elétricos que cheguem a partir de julho de 2019.

O som emitido pelo I-Pace foi testado por membros da associação de Cães Guia para Cegos, a organização de beneficência mais importante do Reino Unido para pessoas que sofrem de perda de visão, no âmbito dos testes levados a cabo pela Jaguar.

Os engenheiros da Jaguar trabalharam durante quatro anos para desenvolver um som que seja audível e discreto e que não possa ser ouvido a partir do interior do veículo. Os testes iniciais para criar um som inspirado nas naves espaciais dos filmes de ficção científica tiveram de ser postos de lado, uma vez que os peões reagiam olhando para o céu e não para a estrada sempre que se aproximava um veículo elétrico.

Os engenheiros testaram vários sons em diversos ambientes, incluindo uma sala anecoica (um espaço onde não há eco) e em vários locais urbanos, antes de acertar no som final do I-Pace. O som é emitido por um altifalante situado por trás da grelha dianteira, que pode ser ouvido a partir de qualquer direção e que não pode ser desligado.

O som de alerta aumenta de tom e volume à medida que o veículo vai acelerando. Quando este faz marcha atrás é ouvido um tom adicional que indica a mudança de direção. O sistema AVAS não funciona a grandes velocidades porque nessa altura existem barulhos aerodinâmicos e de rodagem suficientes que alertam os peões para a aproximação de um veículo de zero emissões.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade