Mustang original do filme Bullit tornou-se o mais caro de sempre

Atualidade

Por Auto Foco 13-01-2020 16:36

O icónico Ford Mustang GT 1968, conduzido por Steve McQueen no célebre filme Bullitt, foi vendido por 3,74 milhões de dólares (3,36 milhões de euros), este fim de semana, nos Estados Unidos, tornando-se o Mustang mais caro de sempre comercializado.

Este Mustang foi o 'carro herói' do filme que apresentou o que muitos especialistas consideram a primeira grande cena de perseguição de carros no cinema.

Este Mustang GT de 1968, de dois exemplares que foram utilizados na filmagem, foi submetido a diversas modificações para torná-lo mais ‘autêntico’, como a remoção dos logótipos e emblemas (incluindo o mítico cavalo Mustang da grelha) e o envelhecimento da pintura (ver imagens em anexo). Além disso, a sonoridade do motor foi modificada para ser mais poderosa e impressionante no filme.

Após as filmagens, o carro foi vendido a Robert Ross, um funcionário da Warner Bros. Em 1970, foi vendido a um detetive, que depois o vendeu por 6000 dólares em 1974.

Em 1980, aos 104.607 km, a embraiagem deixou de funcionar, e o Mustang GT ficou parado numa garagem durante anos, até que, em 2001, o seu proprietário decidiu repará-lo. Em 2018, este exemplar agora vendido, exemplar único conhecido, ressurgiu no Salão de Detroit, ao lado do Mustang Bullitt, versão de última geração do ‘pony car’, comemorativa do 50.º aniversário da participação do modelo original no filme.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade