«É das pistas mais divertidas no calendário, a última curva é fixe»

Moto GP

Por Inês Bastos 21-11-2020 10:10

Seja do sol algarvio, ontem a brilhar no máximo esplendor outonal, ou da familiaridade do circuito de Portimão e suas curvas, Miguel Oliveira garante sentir o apoio dos portugueses a cada volta na pista algarvia.

«Está a ser uma sensação fantástica. Mesmo sem o público, sinto-me muito motivado sempre que saio para a pista para fazer bem as coisas e é essa a sensação que reina em cima da moto. Não há público, mas sente-se uma atmosfera geral de apoio e isso é fantástico», transmitiu o único português a competir no Mundial de motociclismo de velocidade, findo o primeiro dia de treinos livres no Autódromo Internacional do Algarve, amanhã palco do Grande Prémio de Portugal - corrida de MotoGP às 14 horas! - via videoconferência.


Por isso o piloto da KTM começou o dia a ser o mais rápido na primeira das duas sessões de treinos livres, registando a melhor volta já nos instantes finais da sessão, ao rodar em 1.40,122 minutos, o tempo mais rápido até então feito por uma moto da categoria rainha no circuito algarvio. À tarde ainda viria a melhorá-lo em quase 200 milésimos de segundo, com uma volta mais veloz cronometrada em 1.39,946 m, mas ainda assim 529 milésimos mais lenta que a de Johann Zarco, francês da Ducati que com uma volta em 1.39,417 minutos, fixaria o melhor registo no traçado algarvio no primeiro dia, terminando Miguel Oliveira o conjunto das duas sessões no 13.º lugar.


«Foi um bom dia. Gostei de todas as voltas. Foi uma boa experiência descobrir Portimão de MotoGP pela primeira vez», relatou o piloto de Almada, considerando um dos pontos mais críticos da pista algarvia a travagem para a primeira curva. «Travamos e, de repente… não temos apoio. Sente-se algo no estômago, o que é bom. A última curva é fixe de se fazer com esta potência. Sou suspeito… mas acho que é das pistas mais divertidas no calendário», contou o piloto da Tech3, admitindo já ter ideia do caminho a seguir no resto do fim de semana, até porque considera que a pista estará manifestamente melhor no dia de hoje.


Hoje, segundo dia de trabalho mais preenchido, com duas sessões de treinos livres previstas e a qualificação em duas fases. Uma primeira (Q1) a reunir os 10 pilotos mais lentos da terceira sessão de treinos livres, e a segunda com os restantes 10 mais os dois mais rápidos da Q1. 
 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 1

boniek1984
21-11-2020 15:45

Então, aqui não comentam?

Moto GP