Combustíveis: preços continuam a subir

Atualidade

Por AUTO FOCO 11-10-2021 15:20

De acordo com o Jornal de Notícias, os preços do gasóleo e da gasolina subiram mais de 35 vezes durante este ano, ultrapassando os valores recorde dos anos de 2008 e 2011.

Os aumentos desta semana confirmam essa tendência – 3,5 cêntimos por litro no gasóleo e 2,5 cêntimos na gasolina, em média –, registando-se a maior subida desde o início do ano.

Nas duas últimas semanas, os preços subiram cerca de 6 cêntimos por litro e não parece existir forma de inverter esse ciclo, tendo em conta a cotação internacional do preço do petróleo, com o barril do Brent a ultrapassar os 80 dólares.   

A atualização da taxa de carbono (CO2 emitido) também poderá originar um maior agravamento fiscal no próximo ano, inclusive com aumentos até aos 5 cêntimos por litro, o que se traduzirá num dos «ajustes» mais elevados desde 2016.

Segundo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), os preços praticados nas grandes superfícies comerciais (hipermercados) continuam a ser os mais baixos em todo o país: 2% abaixo dos operadores «low cost» e 7,2% menos do que no caso dos postos de abastecimento das companhias petrolíferas.

A maior fatia do preço de venda ao público do gasóleo e da gasolina corresponde à componente de impostos (53%), seguida do valor da cotação internacional e do frete/transporte (28%) e da margem de comercialização (16%).

Os impostos e as margens de comercialização atingem cerca de 58,2% do preço total que é suportado pelos consumidores.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade