Elétricos por 20.000 €: VW confirma apostas

Trio elétrico chega a partir de 2025. Novos modelos no acesso às gamas de VW, Cupra e Skoda com produção confirmada em Espanha.

Atualidade

Por AF 09-05-2022 13:00

O Grupo VW encontra-se muito empenhado no programa «Acellerate», que promove a revolução digital e energética no consórcio. Mas o sucesso da estratégia depende da democratização da eletrificação e é a procura dos consumidores que determina a massificação da produção.

Sem modelos mais baratos, antecipa-se uma missão impossível. É aí que entram trio de novos automóveis programados sobre arquitetura que é uma adaptação da plataforma MEB estreada no ID.3 pensada, precisamente, para diminuir o custo de produção, condição para vender carro elétrico por 20.000 euros.  

Na arquitetura nova, a distância entre eixos é de 2,5 metros (2,77 m no ID.3) e o motor está no eixo dianteiro. No ID.Life, precursor do ID.2 (2025) que a VW fabricará num Centro de Produção novo em Martorell, a marca apresentou-a com bateria de iões de lítio com 57 kWh, capacidade que explica os 400 km de autonomia prometidos pela VW. No protótipo do primeiro MEB com tração dianteira, máquina com 234 cv e 0-100 km/h em 6,9 s.

Skoda e Cupra, marcas do Grupo VW, terão nos seus catálogos modelos equivalentes, técnica e comercialmente, mas com imagem e formatos alternativos. A marca checa deverá optar por lançar mini elétrico com carroçaria do tipo crossover; o terceiro elemento, com o emblema tribal da Cupra, apostará em linhas mais desportivas, previsivelmente inspiradas no UrbanRebel de 2021.

As primeiras imagens oficiais foram reveladas pelo consórcio alemão nas redes sociais:

 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade