Renault Arkana

Vida nova na Renault

Apresentação

Por José Caetano 10-07-2021 07:00

Para mais vendas, prioridade aos compactos, incluindo os SUV, e à eletrificação. Este Arkana E-Tech Híbrido é a primeira expressão da mudança de era na marca

O lançamento do Arkana preenche pré-requisito inscrito no programa de reorientação da gama da Renault preconizado pelo diretor novo da marca, Luca De Meo. O italiano, que passou pela empresa antes de protagonizar carreira de sucesso no consórcio VW, nomeadamente na Seat, que recolocou sobre os carris (leia-se produzir cada vez mais automóveis e ganhar dinheiro), decidiu privilegiar os investimentos nos compactos. O segmento médio-inferior (C) representa quase 40% das vendas.

O sucesso da empreitada depende do cumprimento de missão ambiciosa. Até 2025, a marca do losango planeia 14 automóveis novos, com nada menos de sete compactos! E o primeiro é o Arkana, que tem a particularidade de basear-se na mesma arquitetura técnica de Clio ou Captur (CMF-B) – privilegiaram-na à CMF-C/D, o que aconteceu pela primeira vez no consórcio, por tratar-se de plataforma mais barata e muito modular. E prova-o a hipótese de extensão da distância entre eixos para 2,720 m.

O recurso a esta plataforma tem mão cheia de impactos positivos – encontramo-los na habitabilidade, na capacidade da bagageira (513 litros nas versões TCe, 480 na E-Tech), que é muito semelhante à do Kadjar, e até no comportamento do automóvel novo, por beneficiar a agilidade e a precisão. Adicionalmente, para o Arkana, a CMF-B apresenta-se dotada de uma arquitetura eletrónica mais moderna, para a adoção de assistências à condução e tecnologias de conectividade muito sofisticadas.

No Arkana, percebemo-lo pelo desenho, mais forma, menos função, mas a arquitetura SUV-Coupé da carroçaria não limita o sentido prático do automóvel, nomeadamente a liberdade de movimentos no interior. Assim, democratiza-se o formato desportivo que a BMW estreou no X6, antes de Audi e Mercedes criarem interpretações próprias.

Gama sem Diesel

A perda de popularidade dos motores a gasóleo na Europa reflete-se na gama Arkana, sem Diesel. Em contrapartida, duas mecânicas a gasolina com 4 cilindros, de 1,3 litros, ambas eletrificadas com sistemas de 12V. A tecnologia substitui o alternador e motor de arranque por máquina integrada no módulo da caixa automática de 7 velocidades, de embraiagem dupla, que melhora o funcionamento do Start-Stop. O sistema garante uma redução de 8,5% nas emissões de CO2.

No topo de gama E-Tech híbrido, mecânica de 4 cilindros e 1,6 litros a gasolina apoiada por dois motores elétricos alimentados por bateria com 1,2 kWh de capacidade e caixa automática. Tratando-se de híbrido do tipo HEV e não PHEV (Plug-In), não há qualquer número para a autonomia do modo de condução EV, mas 80% dos percursos citadinos cumprem-se com a unidade térmica parada, à velocidade máxima de 75 km/h. A marca francesa, para esta versão, anuncia 172 km/h, 0-100 km/h em 10,8 s e consumo médio de 4,9 l/100 km.

O sistema híbrido do Arkana tem caixa automática multimodo. Deslocando-se o seletor para a posição B, maior capacidade de recuperação de energia durante desacelerações e travagens, mais quilómetros de condução elétrica. No monitor de 7’’ do sistema Easy Link e em botão abaixo do ecrã do equipamento multimédia, comando do Multi-Sense para seleção de três modos de ação: My Sense, Eco e Sport. A instrumentação também é digital.

Arkana TCe (140 cv) desde 31.600 € e E-Tech Híbrido (145 cv) a partir de 35.200 €.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

RENAULT Arkana

E-TECH HÍBRIDO

Motor térmico
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1598 cc
Alimentação Injeção eletrónica multiponto
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 94 cv
Binário 148 Nm
Motor elétrico
Tipo Síncrono
Potência 49 cv
Binário 205 Nm
Bateria Iões de lítio
Capacidade da bateria 1,2 kWh
Módulo Híbrido
Potência 145 cv
Binário -
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Automática multimodo
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo de torção
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,2 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,568/1,821/1,576 m
Distância entre eixos 2,72m
Mala 480-1263 litros
Depósito de combustível 50 litros
Pneus F 215/60 R17
Pneus T 215/60 R17
Peso 1435 kg
Relação peso/potência 9,8 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 172 km/h
Acel. 0-100 km/h 10,8 s
Consumo médio 4,9 l/100 km
Emissões de CO2 108 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica -
Pintura/Corrosão -
Intervalos entre revisões -
Imposto de circulação (IUC) -

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação