Como a Tesla fez a Volvo 'repensar' o XC40 Recharge

Atualidade

Por Auto Foco 06-12-2019 15:09

A Volvo admite que o facto de o Tesla Model 3 ter uma versão com bateria de capacidade superior a 70 kWh fê-la alterar, quase à última hora, o XC40 Recharge, a versão elétrica do SUV compacto.

De acordo com Henrik Green, diretor de tecnologia da Volvo, foi a decisão da Tesla oferecer o Model 3 com uma bateria de mais de 70 kWh, que levou o fabricante sueco a repensar a sua estratégia e a escolher uma bateria de 78 kWh para o XC40 Recharge, em vez da capacidade que estava inicialmente programada, na ‘casa’ dos 60 kWh.

"Aumentámos o ‘tamanho’ da bateria", disse Green em entrevista à Autonews Europe. “Pensámos que tínhamos um bom equilíbrio entre custo e capacidade, mas quando vimos o Model 3, dissemos: “Talvez eles [Tesla] estejam certos”.

"Por isso, instalámos alguns módulos extras", continuou Green. “Aumentou um pouco o preço, mas também a autonomia, para ficar próxima” da do Model 3.

O XC40 Recharge pode percorrer mais de 400 km entre carregamentos (ciclo WLTP), que é muito semelhante à versão base do Model 3, que tem uma autonomia de 409 km. Refira-se que a versão de ‘longo alcance’ da berlina compacta da Tesla chega aos 560 km com uma única carga.

Sobre o primeiro elétrico da Volvo, Henrik Green reconheceu que "não estava assim tão confiante quando foi tomada a decisão há três anos" de lançar o XC40 Recharge. "Pensei que era muito mais uma aposta de risco, mas agora acredito que está é o automóvel certo".

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade