Novo Mercedes-AMG C 63 é PHEV de... 680 cv!

Atualidade

Por AF 21-09-2022 16:00

Acabaram-se os tempos dos V8 sob o capot do Classe C... Ao surgir com solução técnica híbrida Plug-In, a nova geração Mercedes-AMG C 63 representa autêntico virar de página na história da marca e no currículo de tão carismático desportivo.

Nesta nova fase de vida, o agora dado a conhecer Mercedes-AMG C 63 S E Performance tem por base aquele que é o mais potente bloco 4 cilindros da atualidade, rendendo 476 cv a partir de 2 litros de capacidade. Sobrealimentado, este motor é depois apoiado por máquina elétrica, fazendo a potência máxima combinada do novo C 63 escalar até a impressionantes 680 cv e 1020 Nm de binário.

Esta nova geração, logo desde início, estará disponível nas carroçarias berlina e station. Performances anunciadas: aceleração 0-100 km/h em 3,4 segundos e velocidade máxima de 280 km/h (berlina) e 270 km/h (carrinha), se equipados com o opcional pack AMG Driver's.

O motor elétrico de 204 cv está instalado e integra a tração ao eixo traseiro (sistema de tração integral 4Matic+), com a Mercedes a garantir uma autonomia de 13 km em modo puramente elétrico garantidos pela bateria de 6,1 kWh. O carregador de bordo permite ligações a pontos de 3,7 kW.

A Mercedes reivindica para o novo 'C 63 AMG' uma total inspiração na tecnologia híbrida utilizada na Fórmula 1, a que se junta a aplicação de um turbo elétrico capaz de assegurar uma resposta ainda mais imediata ao pisar do acelerador.

Para controlo das ações dinâmicas, oito programas de condução AMG Dynamic Select: Electric, Comfort, Battery Hold, Slippery, Individual, Sport, Sport+ e Race, possíveis de selecionar a partir do volante. Pode circular-se até 125 km/h em modo puramente elétrico.

Mostrando preocupação com a alteração da arquitetura do motor, a Mercedes revela ter tido especial atenção e trabalho redobrado com a sonoridade dos novos C 63, incluindo um modulador eletrónico no habitáculo.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade