Mazda MX-5 1.5 Excellence Navi

Para quem não dispensa emoções

TESTE

Por Paulo Sérgio Cardoso 31-03-2019 09:00

Fotos: Gonçalo Martins

A atualização de modelo icónico como o Mazda MX-5 poderia ter ido um pouco mais além... Como é que daqui a uns anos conseguiremos identificar novo vs antigo? Em Portugal, tal poderá ser feito através da data da matrícula, uma vez que este renovado MX-5 chegou ao nosso mercado no passado mês de janeiro.

Por fora, será mesmo muito complicado encontrar diferenças, estando as principais reservadas para o novo efeito visual dos pequenos filamentos LED das luzes diurnas e também para a tonalidade das luzes e refletores traseiros inferiores, nos para-choques, antes vermelhos, agora brancos. As jantes de liga leve, quer sejam as de 16’’ ou 17’’, receberam um novo acabamento visual, de cor negra.

No habitáculo, a dificuldade no jogo das diferenças sobe de nível... Mas será no volante (e ainda não ao volante!) que se poderá dar conta de um dos principais ganhos deste restyling: agora, a coluna de direção soma o ajuste em profundidade/alcance à regulação em altura, servindo para aprimorar a posição de condução, nomeadamente, o ângulo dos braços em relação às costas. De resto, continua a ser necessária alguma ginástica para entrar e sair deste dois-lugares rasteirinho à estrada, cujo habitáculo pode surgir estreito mesmo para os dois ocupantes.

Escassa continua a ser a oferta de locais de arrumação, sem porta-luvas e onde se poderá, eventualmente, encaixar um telemóvel (ao alto!) nas pegas das portas. Fechada, só mesmo a caixa atrás dos bancos e um pequeno local entre os bancos, onde não cabem mais que as chaves de casa...

As chaves do roadster, por seu lado, podem sempre permanecer no bolso do condutor, fazendo o sistema mãos-livres com botão de arranque parte desta bem equipada versão Excellence Navi, onde não faltam as luzes LED, os revestimentos em pele com aquecimento de bancos, sistema multimédia com navegação e som da Bose, climatização automática e Bluetooth. No capítulo da segurança, além do aviso de transposição involuntária da faixa de rodagem e do alerta de presença de veículo em ângulo morto (útil rodando-se com a capota colocada), a oferta passou agora a incluir alerta para cansaço do condutor, alerta de colisão frontal e prático aviso de movimento na traseira, associado aos sensores de parque.

Em Portugal, será esta motorização base, com unidade atmosférica de 1.5 litros, a mais procurada. A qual sofreu ajustes mínimos nesta nova fase de vida da quarta geração do MX-5, com anúncio de acréscimo de 1 cv e não mais que 2 Nm ao binário. Ainda no papel, a Mazda anuncia que o binário máximo passou a estar disponível 300 rpm mais cedo (4500 vs 4800 rpm), o que, na prática, poderá ajudar a justificar uma ínfima mas superior espontaneidade na resposta do motor ao acelerador nas mudanças mais curtas e na faixa de regimes intermédia.

O motor 1.5 foi, assim, apenas otimizado, com foco principal no cumprimento das normas ambientais, mas que acaba por resultar num ligeiro acréscimo emotivo, até porque o regime máximo subiu das anteriores 7000 para as 7500 rpm.

Associar a dimensões e a leveza do conjunto aos 132 cv resulta em condução extremamente gratificante, com sentido de pureza sempre presente a cada rodar do volante, com o trabalho das rodas sempre bem entendido às mãos do condutor, mesmo com os pneus 195/50 em jantes de 16’’. Até a sonoridade da mecânica surge ligeiramente mais encorpada e menos trepidante. Exímio e não menos emotivo é o manuseamento da alavanca da caixa de velocidades e o posicionamento (junto) dos pedais.

Rodar de cabelos ao vento é ato prazenteiro que deve ser aproveitado a velocidades mais baixas. O autoblocante está reservado para a versão 2 litros.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

MAZDA MX-5

1.5 EXCELLENCE NAVI

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1496 cc
Alimentação Injeção direta
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 132 cv/7500 rpm
Binário 152 Nm/4500 rpm
Transmissão
Tração Traseira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. triângulos duplos
Suspensão T Eixo multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 3,915/1,735/1,230 m
Distância entre eixos 2,31m
Mala 130 litros
Depósito de combustível 45 litros
Pneus F 6.5jx16 - 195/50 R16
Pneus T 6.5jx16- 195/50 R16
Peso 1061 kg
Relação peso/potência 8 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 204 km/h
Acel. 0-100 km/h 8,3 s
Consumo médio 6,3 l/100 km
Emissões de CO2 145 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 3 anos ou 100.000 km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 20000 km
Imposto de circulação (IUC) 171,18 €

Medições

MAZDA

Acelerações
0-50 km/h 2,8 s
0-100 / 130 km/h 8,1/13,1 s
0-400 / 0-1000 m 15,9/29,5 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 5,6 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 5,6/7,5/9,9 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 8,1/11,2/16,6 s
Travagem
100-0/50-0km/h 37/9 m
Consumos
Consumo médio 6,6 l/100km
Autonomia 681 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE