Pneu traseiro afastou Miguel Oliveira da luta pelos pontos

Moto GP

Por Redação 10-03-2019 21:09

O português Miguel Oliveira (KTM) analisou o seu desempenho no Grande Prémio do Catar, naquela que foi a estreia na categoria rainha do motociclismo.

«Foi uma corrida interessante. O meu motor parou na grelha de partida e tive de voltar a fazer um restart do pit lane, alinhar em último, mas apesar deste pequeno percalço mantive-me calmo e fiz uma boa partida e uma excelente primeira volta, onde passei em décimo quarto na primeira passagem pela linha de meta. Fiquei muito surpreendido pela performance da moto no início da corrida e consegui manter-me e defender-me dentro do grupo. É pena que a sete/oito voltas do fim o meu pneu traseiro tenha perdido o rendimento e a partir daí não houve muito mais que pude fazer, pois o pneu estava completamente degradado. Não consegui terminar nos pontos. Senti que hoje era um dia onde eu tinha muita capacidade, contudo não conseguimos fazer com que o pneu durasse a corrida inteira», referiu o piloto de Almada, que retira pontos positivos da corrida:

- Saímos daqui com o facto positivo de estarmos competitivos e termos potencial para sermos mais rápidos. No final de tudo, terminar a 16 segundos não é nada negativo e a equipa está contente. Agora vamos trabalhar para fazer melhor no grande prémio da Argentina. O meu sonho hoje tornou-se realidade, fiz a minha primeira corrida de MotoGP. Lutei com o que tinha e estou certo que ainda vamos ter muitas alegrias com a minha KTM.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 15

miguelbb
12-03-2019 17:25

Só agora começou já arranjou desculpa os outros tiveram mesmo problema com pneus o asfalto era muito abrasivo, mas quando começou prova penso pneu não estava estragado é porque não o vi chegar frente.

J.Broncas
12-03-2019 12:23

Calma que o primeiro milho é para os pardais..... pouco a pouco acredito que o Miguel vai lá, Força!!

Rivers
11-03-2019 18:43

tava a espera de que? estourou o pneu ao inicio.... mas a diferenca cada vez vai ser maior com o desenvolvimento das motas. nao é facil fazer pior quando so terminaram 20 pilotos

cesarferre
11-03-2019 16:43

Boa corrida de Miguel Os outros a rodar a 348 kms nas retas e Miguel a 339 kms Já ere previsto que ele nas corridas mais rápidas a moto dele não tem chance ! O que vai demostrar que muito competente e pode vir a ser do top !!

sousantos
11-03-2019 16:41

O problem de andar nos últimos lugares é q TODOS vimos o Quartararo deixar a moto ir a baixo, poucos viram q aconteceu tb ao Miguel. O Miguel e o Françês derreteram os pneus no início. O Francês fez a volta +rápida e o MIG ainda chegou ao 13º depois foi o q se viu. Soube a pouco venha o GPArgentina

< 1 2 3 > 

Moto GP