Fórmula E em Seul: Félix da Costa na «pole»

Automobilismo

Por José Caetano 14-08-2022 05:56

António Félix da Costa, em DS Techeetah, garantiu a «pole position» para a corrida que coloca ponto final na Época 8 do Mundial de Fórmula E, coincidente com o 100.º ePrix na história do campeonato de monolugares elétricos e o adeus do piloto à formação que representou durante três temporadas. A prova com 45 minutos (mais uma volta) no Parque Olímpico de Seul, na Coreia do Sul, tem início marcado para as 08h04 horas de Portugal Continental.

 

Félix da Costa, 6.º classificado no Mundial, a 5 pontos de Lucas di Grasi e 15 de Jean-Éric Vergne, contabalizando já os 3 que ganhou esta manhã pela vitória na qualificação, derrotou o suíço Edoardo Mortara, da Venturi, na final da sessão, após eliminar o inglês Jake Dennis, da Andretti, na meia-final, e o neerlandês Robin Frijns, da Envision, nos quartos-de-final. António apurou-se para os «duelos» com o segundo melhor registo na série 2 da fase de grupos, na primeira parte do formato introduzido esta época na Fórmula E.

 

O português, em Seul, conseguiu, ainda, resultado muito curioso: Félix da Costa assinou a primeira e a última «pole position» na história da geração 2 do monolugar elétrico da Fórmula E, combinando o resultado de hoje com o 1.º lugar na sessão de qualificação da corrida inaugural do Gen2, no início da Época 5 (2018/19), em Diriyah, na Arábia Saudita. Então, o piloto representava a BMW.

 

Na Fórmula E, António Félix da Costa é o terceiro piloto com mais «pole position» (8), atrás de Jean-Éric Vergne (15) e Sébastien Buemi (14). Hoje, na Coreia do Sul, somou apenas a segunda na Época 8 – primeira em Marraquexe, na ronda 10 do Mundial, com 1.21,078 m na volta ao circuito com 2,621 km e 22 curvas. Em Nova Iorque, na corrida que venceu recentemente, herdou a primeira posição da grelha de partida depois de penalização ao neozelandês Nick Cassidy (Envision), o mais rápido nessa qualificação.

 

Finalmente, os dois pilotos na luta pelo título mundial, o belga Stoffel Vandoorne (Mercedes-EQ) e o neozelandês Mitch Evans (Jaguar), qualificaram-se, respetivamente, em 4.º e 13.º. Logo, o primeiro, que soma mais 21 pontos do que o segundo no campeonato, encontra-se em vantagem.

 

Grelha de partida:

1.º ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA (DS Techeetah)

2.º Edoardo Mortara (Venturi)

3.º Jake Dennis (Andretti)

4.º Stoffel Vandoorne (Mercedes-EQ)

5.º Robin Frijns (Envision)

6.º Lucas di Grassi (Venturi)

7.º Dan Ticktum (NIO 333)

8.º Jean-Éric Vergne (DS Techeetah)

9.º Maximilian Günther (Nissan)

10.º Sérgio Sette Câmara (Dragon/Penske)

11.º Oliver Askew (Andretti)

12.º Nyck de Vries (Mercedes-EQ)

13.º Nick Cassidy (Envision)

14.º Mitch Evans (Jaguar)

15.º Pascal Wehrlein (Porsche)

16.º Norman Nato (Jaguar)

17.º André Lotterer (Porsche)

18.º Oliver Rowland (Mahindra)

19.º Sébastien Buemi (Nissan)

20.º Oliver Turvey (NIO 333)

21.º Sacha Fenestraz (Dragon/Penske)

22.º Alexander Sims (Mahindra)

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Automobilismo