Tem um quilo de aço na perna e 17 fraturas na tíbia, mas não desiste de voltar a competir

Moto GP

Por Redação 07-02-2019 15:22

O piloto britânico Cal Crutchlow (Honda) revelou que pensou em desistir, após o grave acidente no GP de Austrália, a 26 de outubro, mas que não está pronto para atirar a tolha.

«Para ser sincero cheguei a pensar que não poderia voltar a pilotar, mas sempre continuei a trabalhar e a seguir a fisioterapia. O meu estado mental continua a ser competitivo e quero seguir na MotoGP. Nunca atirei a toalha», afirmou Cal Crutchlow.

O piloto está a recuperar de 17 fraturas na tíbia e tornozelo, tem quase 1 quilo de aço na perna e a placa principal está perto de sair através da carne.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 4

sousantos
07-02-2019 21:09

Jornalista HOJE no final do 2º dia de testes: J: "como foi a queda"? Cal: "Obg pela 1ª pergunta, como foi a queda, tipico... Adorei a queda Gostei muito de ter caido". Cal: "podia perguntar-me se tive um bom dia...outra coisa qualquer..." CAL está a recuperar do trauma da queda mas isso ñ interessa

AntiBenfiquistas
07-02-2019 20:00

No entanto temos futebolistas que se atiram para o chao r choram por tudo e por nada no campo. Melhoras!

alex1964
07-02-2019 17:23

Respeito mesmo!!! Aquilo não é uma fractura, é uma pulverização!

AllSports
07-02-2019 16:04

Respeito

Moto GP