Os carros novos que vão chegar em 2023

Reportagem

Por AF 19-10-2022 09:31

No próximo ano, o mercado nacional vai conhecer três dezenas de automóveis novos, pelo menos!

Antecipamos os lançamentos que todos os fabricantes prepararam para 2023, com os SUV na linha da frente, confirmando o estatuto de formato na moda.

Simultaneamente, progressos muito importantes nos planos de eletrificação de todas as marcas de primeiro plano na indústria automóvel e… ofensiva chinesa.

A China continua a ser o motor do crescimento. O potencial do mercado doméstico é enorme, mas as autoridades governamentais de Pequim estimulam cada vez mais os investimentos fora de portas, com a Europa como prioridade. Teoricamente, marcas e modelos bem-sucedidos no Velho Continente, sê-lo-ão também no resto do Mundo…

BYD Atto 3

BYD, um dos maiores fabricantes mundiais de baterias e de EV, vai atacar o mercado europeu, estabelecendo bases na Alemanha e nos Países Baixos, e chegando depois a mais países do Velho Continente, Portugal incluído. No lançamento, a gama composta por três modelos elétricos, para concorrer com Tesla e companhia. O Atto 3, um SUV compacto de 4,6 metros tem motor elétrico de 204 cv com energia fornecida por uma bateria de 60,5 kWh de lítio-ferro-fosfato (sem cobalto) que o fabricante chama de Blade (lâmina) e apregoa como «inovadora e revolucionária». Autonomia de 420 km entre carregamentos (ciclo WLTP). Os preços indicativos arrancam nos 38.000 euros.

BYD Tang

O BYD Tang é um SUV de sete lugares com 4,88 metros, dois motores com potência conjunta de 516 cv e tração integral. Neste, a bateria, de 86 kWh, garantirá 400 km de autonomia anunciada (WLTP). Os preços começam nos 72.000 euros.

BYD Han

Berlina desportiva com cinco lugares posicionada no topo da gama da marca chinesa BYD, com preços a partir de 72.000 euros para a versão de tração integral e dois motores elétricos a debitar 516 cv. A marca anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h de 3,9 segundos e uma autonomia de 521 km entre carregamentos.

Audi Q6 e-tron

A Audi, no A6 e-tron, apresenta a primeira aplicação da Premium Platform Electric (PPE), arquitetura desenvolvida em parceria com a Porsche, e que servirá também o Q6 e-tron, SUV ‘primo’ do Macan EV.

Aiways U6

Depois do U5, o SUV-Coupé U6 é o elétrico que se segue no programa de lançamentos da marca chinesa Aiways na Europa. O modelo, que terá no preço um dos seus cartões-de-visita e promete destacar-se na paisagem automóvel também pelas linhas desportivas da carroçaria, já foi apresentado na China.  

Ferrari Purosangue

Nunca em 75 anos de história a Ferrari lançou modelo com as características do Purosangue, capaz de combinar o ADN desportivo da marca com a versatilidade de uma carroçaria de quatro portas e interior apto a acolher quatro ocupantes com muito conforto e requinte - e bagageira com 473 litros de capacidade! O Purosangue estreia em 2023 com V12 atmosférico de 6,5 litros, a debitar 725 cv às 7750 rpm e um máximo de 716 Nm obtidos às 6250 rpm.

Jeep Avenger

O Avenger é o primeiro modelo totalmente elétrico na história da Jeep, com dimensões compactas e tração dianteira, está equipado com uma bateria de 54 kWh e um único motor elétrico com 156 cv e 260 Nm de binário. Preços a partir de 39.500 euros.

Ford Bronco

Depois do Mustang, a Ford confirma o lançamento de mais uma lenda americana na Europa: pela primeira vez, o Bronco, ‘puro e duro’ rival do Jeep Wrangler, estará disponível num número limitado de unidades em alguns mercados do Velho Continente, a partir de finais de 2023.

Peugeot 408

Com 4,69 metros no comprimento, o fastback posicionado na gama acima da carrinha 308 estará, numa fase inicial, disponível nas versões Hybrid 225 e-EAT8 (225 cv) e Hybrid 180 e-EAT8 (180 cv), ambas com motor elétrico de 81 kW (110 cv) e 'pack' de baterias de iões de lítio de 12,4 kWh. Estará igualmente disponível a versão 1.2 Puretech de três cilindros, a gasolina, com 130 cv e caixa automática EAT8 de 8 velocidades.

Kia EV9

SUV para posicionar no topo da gama da Kia recorre à nova plataforma E-GMP, específica para elétricos, e à vanguardista linguagem de design denominada por 'Opposites United' ('Opostos Unidos'), cuja primeira antevisão foi dada pelo Concept EV9 na edição 2021 do salão de Los Angeles, na Califórnia.

IONIQ 6

O Ioniq 6 é o segundo elemento da submarca Ioniq da Hyundai, dedicada a veículos elétricos. À semelhança do que acontece com o Ioniq 5, esta nova berlina 100% elétrica destaca-se pela estética futurista de forte de personalidade, agora para ir à caça do sucesso Tesla Model 3. O Ioniq 6 é 22 cm mais comprido do que o 5 e terá duas baterias disponíveis, com 53 kWh, para a versão de motor traseiro, ou com 77.4 kWh, na configuração topo de gama dois motores elétricos para 325 cv de potência combinada e autonomia mais de 610 km.

Polestar 3

SUV 100% elétrico estará disponível numa versão base com 490 cv e 840 Nm, rendimento que sobre para 517 cv e 910 Nm com o Pack Performance, em opção por 6.600 €. A bateria de iões de lítio é de 111 kWh de capacidade, o suficiente para permitir até 610 km, admitindo carregamentos rápidos até 250 kW. Preços a partir de 94.900 €.

Lotus Eletre

Recentemente adquirida pela chinesa Geely, que também é dona da Volvo, a britânica Lotus está de regresso à ação. Entre os planos para o futuro, está a produção do SUV Eletre com 600 km de autonomia e 600 cv de potência. Lançamento na Europa em 2023.

Nissan X-Trail

Nova geração do SUV de sete lugares estará disponível em versões de cinco e sete lugares, com o sistema híbrido e-Power da Nissan, combinando motor a gasolina é de 1,5 litros turbo com tecnologia exclusiva de compressão variável, com 204 cv.

VW ID.Buzz

O VW ID.Buzz é a reinvenção do histórico Pão de Forma, agora em formato 100% elétrico. Com bateria de 82 kWh (77 úteis) e motor elétrico traseiro de 204 cv, a VW anuncia para o ID.Buzz autonomia média superior a 400 km, aceleração 0-100 km/h em 10,2 segundos e 145 km/h de velocidade máxima. Preços a partir de 60.688 €, sendo que a versão Cargo está disponível desde 49.340 €+IVA.

Volvo EX90

Com apresentação marcada para o início do próximo mês de novembro, o Volvo EX90 é o novo SUV topo de gama 100% elétrico da marca nórdica e o primeiro dotado de hardware capaz de permitir não só fornecer energia para os domicílios como também para outros aparelhos elétricos, como outros automóveis da marca, bicicletas ou trotinetes. O EX90 é também o automóvel mais seguro de sempre da Volvo.

Renault Austral

SUV que substitui o Kadjar no portefólio da marca do losango para ajudar a reposicionar a Renault no topo do segmento C está disponível para encomendas, com preços desde 33.300 euros para a versão Mild Hybrid de 140 cv.

BMW M2

Com muita tecnologia e mecânica inspirada nos irmãos maiores M3 e M4, apresenta-se ao serviço com quase tudo o que é referência na marca: motor 6 cilindros em linha, 3 litros de capacidade, 460 cv, tração traseira e opção entre caixa automática ou manual. Tem chegada ao mercado nacional agendada para abril de 2023, com um preço por agora indicativo que deverá arrancar nos 87.500 €.

BMW iX1

Depois do verão, a BMW lançará a geração 3 do SAV mais compacto. Na gama, elétrico com 313 cv rival de EQA, Model Y, Q4 e-tron & Cia. capaz de percorrer até 438 km entre recargas da bateria.

BMW i7

À 7.ª geração, versão elétrica do navio-almirante, com a 5.ª geração do eDrive, com motores elétricos nos dois eixos. O sistema com 400 kW/544 cv e 745 Nm é alimentado por bateria com 101,7 kWh de capacidade. Autonomia: até 625 km.

BMW M3 Touring

Na geração nova do M3 (G81), a BMW propõe uma variante Touring, capaz de combinar as credenciais dinâmicas e prestações fora de série com a funcionalidade e a versatilidade normais nas carrinhas, automóveis de cariz mais familiar. O motor é o seis cilindros em linha com 3,0 litros biturbo na configuração de 510 cv (e 650 Nm), para acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos!

BMW XM  

O XM é BMW mais potente de sempre, equipado com sistema híbridos que combina bloco 4.4 V8 biturbo de 489 cv, assistido pela unidade elétrica de 197 cv, para um rendimento máximo de 653 cv e um pico de 800 Nm de binário. Se utilizado a solo, o motor elétrico é capaz de 450 Nm. O motor elétrico é alimentado por energia armazenada numa bateria de iões de lítio de 25,7 kWh úteis, com possibilidade de carregamento a 7,4 kW (4h15m). Preço estimado: a partir de 195.400 €.

Mitsubishi ASX

A Mitsubishi apresentou a nova geração ASX, modelo do segmento B-SUV baseado no Renault Captur com início de comercialização em março de 2023. O ASX será o primeiro modelo da Mitsubishi na Europa com um grupo propulsor 100% híbrido (HEV), conjugando um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma caixa de velocidades automática multimodo, e ainda um híbrido plug-in (PHEV), que associa um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma bateria de 10,5 kWh.

Honda Civic Type R

Baseado na 11.ª geração do Civic - que estará à venda em Portugal no final do corrente ano - o novo Type R tem por base evolução da mecânica 2.0 turbo a gasolina utilizada no anterior modelo. A Honda não fala em potência, binário ou acelerações, apenas revelando que melhorou a eficácia do bloco através de um novo turbo e de uma também nova linha de escape.

Maserati Gran Turismo

A nova geração deste luxuoso coupé de quatro lugares tem particularidade acrescida, tendo a Maserati já dado a saber que a versão Folgore fará deste o primeiro modelo 100% elétrico da marca do tridente. Na versão térmica, o bloco V6 Nettuno que também dá vida ao MC20.

Smart #1

O primeiro carro da nova Samrt chama-se #1, é SUV subcompacto (5 portas, 5 lugares, 4,27 m de comprimento e 2,75 m entre eixos), assenta numa plataforma nova, tem tração traseira e motor elétrico com 268 cv e 343 Nm alimentado por bateria com 66 kWh de capacidade.

Rolls Royce Spectre

Chama-se Spectre, o primeiro Rolls-Royce elétrico e promete a melhor experiência de sempre em conforto. A marca britânica ainda não anuncia as especificações da super-berlina com início de entregas programado para o final de 2023, mas garante motor (ou motores) com mais de 500 cv…

Citroën ë-C4 X

A Citroën vai reforçar a oferta para o segmento médio com o C4 X e o ë-C4 X, num formato de carroçaria que combina o espírito de um SUV com as credenciais dinâmicas de uma berlina compacta. No mercado nacional, apenas a versão elétrica com 100 kW e autonomia para até 360 km.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Reportagem