Evoque novo no início de 2019

Mk2 tem estreia mundial planeada para o salão de Los Angeles, EUA, em novembro

Apanhados

Por José Caetano 05-09-2018 08:00

A Land Rover, durante o verão de 2011, quando iniciou a produção do Range Rover Evoque na fábrica de Halewood, no Reino Unido, passou a contar com ás de trunfo no catálogo. O crescimento da marca inglesa acelerou, com as vendas do automóvel posicionadas sempre acima dos 100.000 exemplares por ano, incluindo em 2017, seis anos depois da apresentação do L538. Em novembro, no salão de Los Angeles, nos EUA, estreia do Mk2.

Designado, internamente, pelo nome de código L551, o Evoque II assentará em versão muito modernizada da arquitetura D8, a plataforma em aço do modelo atual. Visualmente, o diretor de design da Land Rover, Gerry McGovern, inspirou-se no Velar, o membro mais jovem da linha Range Rover, para criar automóvel com apresentação ainda mais atrativa e premium (tanto no exterior como no interior).

Muito recentemente, o consórcio industrial Jaguar Land Rover anuncia programa de eletrificação muito ambicioso, com promessa de versões zero emissões em todas as viaturas novas a partir de 2020. O Evoque Mk2 será revelado antes e, por isso, não contará com esta tecnologia no lançamento, no início de 2019. Ainda assim, no plano de ação, sistema híbrido com 3 cilindros de 1,5 litros a gasolina, motor elétrico e rede elétrica secundária de 48v para a alimentação do ar condicionado ou da bomba de água, por exemplo.

No lançamento, motores de 4 cilindros a gasolina e gasóleo muito modernizados (leia-se, mais potência e binário com menos consumos de combustível e gases de escape), tração dianteira ou quatro rodas motrizes e caixa automática de 9 velocidades. Nas dimensões, mudança relevante só na distância entre eixos, com aproximação aos 2,681 m do E-Pace da Jaguar, em vez de 2,660 m, para maior liberdade de movimentos nos lugares posteriores.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Apanhados